Frei Jaime: sentir e amar - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

 

Opinião09/06/2018 | 06h00Atualizada em 09/06/2018 | 09h51

Frei Jaime: sentir e amar

O sentido do viver está intimamente ligado à capacidade de amar

Frei Jaime Bettega
Frei Jaime Bettega

jaime@ofmcaprs.org.br

Bom Dia! O sábado foi chegando, aos poucos... Que bom acordar sem pressa, caminhar sem velocidade... Recordando ainda o que foi vivido durante a semana... Algumas preocupações são inevitáveis, mas as alegrias se sobressaem... Viva a vida! 

"Amor é quando as diferenças não são mais capazes de separar." (J. de Bourbon Busset).

O sentido do viver está intimamente ligado à capacidade de amar. Viver é amar e amar é a melhor parte da vida. A educação, no campo familiar, escolar e social, deveria privilegiar e desenvolver a capacidade de amar. Cérebros são expandidos, invenções ganham forma e o humano parece andar meio defasado, pois já não sabe bem qual é o seu 'formato' específico. Uma das maiores fontes de crises é decorrente, justamente, da pouca habilidade em lidar com o amor. Tudo seria diferente se os humanos tivessem consciência de que estão neste mundo para exercitar o amor. 

Alguns se especializam em odiar, outros incrementam a raiva, sem falar daqueles que só enxergam o material, resumindo o ato de existir em adquirir coisas. Viver o amor,  e todas as suas consequências, não é nada romântico, pelo contrário é uma exigência repleta de agruras. Mas a síntese final demonstrará que tudo valeu a pena. As diferenças são próprias de cada pessoa: cada um tem seu ponto de vista, seu entendimento, seu jeito de administrar o cotidiano e, também, seu modo próprio de sentir e de amar o outro. As diferenças não criam distâncias, quando o amor alicerça a aproximação. 

Transformar diferenças e complementariedade é uma tarefa que somente o amor é capaz de garantir êxito. Não são poucos os que não trabalham as diferenças, num relacionamento. Lá adiante, quando o encanto se encontra com a normalidade do cotidiano, as diferenças se sobressaem e até acabam falando mais alto. Amar é incluir as diferenças, ao ponto de inspirar e exaltar a pertença mútua. Pensar do mesmo jeito, gostar das mesmas coisas: nem sempre garante a plenitude do amor. O importante mesmo é amar e abrir espaço para as transformações. 

Bênçãos! Paz & Bem! Santa Alegria! Abraço!

Leia também
Lotérica que seria alvo de ladrões já havia sido assaltada, em Caxias do Sul
Empreendedores de Vila Oliva, em Caxias, ainda se recuperam de perdas por tornado
Fecha o cerco contra o líder do governo Daniel Guerra, na Câmara de Vereadores de Caxias

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros