Frei Jaime: pequenos obstáculos - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

 

Opinião11/06/2018 | 06h00Atualizada em 11/06/2018 | 06h00

Frei Jaime: pequenos obstáculos

A vida aguarda por encaminhamentos

Frei Jaime Bettega
Frei Jaime Bettega

jaime@ofmcaprs.org.br

Bom Dia! Com muita disposição e ânimo acolhemos o amanhecer desta segunda-feira e da nova semana de atividades, estudos e compromissos... Não importa o que teremos pela frente, o que importa mesmo é saber que Deus nunca nos deixa sozinhos! Vamos que vamos!

"Forte não é ser imune à dor, mas seguir adiante apesar de senti-la."

A vida aguarda por encaminhamentos. Alguns intervalos são necessários e até renovam o vigor. Apesar das dificuldades e problemas, ninguém foi feito para ficar sentado à beira da estrada, deixando a vida acontecer. Até mesmo depois de um tombo é preciso sacudir a poeira, esfregar os joelhos, fazer qualquer curativo e dar sequência à trajetória. O desânimo até pode se aproximar, mas não é permitido desistir. O mundo está repleto de exemplos: quantos deixaram de prosseguir no simples confronto com pequenos obstáculos. É impossível ficar numa redoma para se proteger e, ao mesmo, querer ser feliz. Ser forte não é estar imunizado, impedindo a chegada da dor. 

Quem segue adiante, mesmo dolorido, carrega consigo uma verdadeira fortaleza. Por outro lado, é conveniente não esquecer que as pessoas fortes também derramam lágrimas, pensam seriamente se vale a pena passar por tantas tribulações. O segredo dos vencedores é simples: conseguiram ser mais intensos do que a tentação de abandonar tudo. O que proporciona alento é o fato de saber que a melhor parte aguarda por todos aqueles que enfrentam o cotidiano, assim como ele se apresenta e seguem adiante. A vida não privilegia ninguém. Todos são testados, cedo ou tarde.

O que difere é o modo como cada pessoa responde aos desafios. Com certeza, os que mais sofrem são aqueles que não admitem o sofrimento. Quem entende de vida, sabe que alegrias e tristezas se alternam mas, lá adiante, na hora da colheita, as alegrias serão abundantes. Ser persistente é a melhor postura para alcançar a meta, concretizar os objetivos e saborear a conquista. A dor é uma visita passageira para todos aqueles que vibram com a vida e arregaçam as mangas, a cada amanhecer. Seguir em frente, sempre com serenidade e paz no coração. 

Bênçãos! Paz & Bem! Santa Alegria! Abraços!

Leia também
"Se eu erro, tenho que pagar pelo erro", diz Chico Guerra. Confira a entrevista
Autismo é foco de ações em Caxias do Sul

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros