Frei Jaime: os espaços da felicidade - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

 

Opinião05/05/2018 | 06h00Atualizada em 05/05/2018 | 06h00

Frei Jaime: os espaços da felicidade

 A humanidade ensaia significativos passos de humanização

Frei Jaime Bettega
Frei Jaime Bettega

jaime@ofmcaprs.org.br

Bom Dia! O sábado é muito interessante... ele chega de mansinho... convida à paz, insiste para que a vida seja leve, muito leve... A vida é maravilhosa, mesmo que os problemas tumultuem, transbordem, estejam revestidos de exigências... Que a paz acompanhe as horas deste sábado... Vamos lá! 

"A vida é um espaço de tempo para ser feliz."

 Nos recantos do mundo, é possível ouvir ecos que elevam a vida e que dão formato às buscas mais profundas. A humanidade ensaia significativos passos de humanização. O materialismo não foi capaz de cumprir com a promessa da felicidade irretocável. Não foram poucos os que sustentavam a certeza de que tendo coisas, não faltaria mais nada. Comprovadamente, o poder aquisitivo não tem todo o 'poder' para estabilizar as diversas sedes e fomes da humanidade. O sonho de ter pão em todas as mesas poderá ser realidade, um dia. A torcida é que este dia não demore para chegar. Enquanto isso, é imprescindível cuidar do corpo e também da alma. Ninguém sabe quanto tempo irá viver. Mas todos podem exercitar um belo aprendizado: viver intensamente, independentemente do número de anos. Como é diferente a existência de quem passa à margem do ‘aproveitar a vida’ para se aproximar do sentido da vida. 

Ter um prato de comida é questão de dignidade, ser feliz é realizar o maior de todos os sonhos. Muitos cruzam os braços e aguardam a chegada da felicidade, esquecem de que tudo na vida é uma construção. O somatório dos pequenos gestos, da mais humilde palavra, do olhar que cativa, dos abraços que se eternizam engrandecem os passos de todos os caminheiros. A vida é realmente um espaço de tempo para ser feliz. Não existe outro destino, ser feliz é o maior motivo de estar neste mundo. 

Talvez seja necessário rever o conceito de felicidade, desformatar algumas concepções para permitir a reinvenção da própria existência. Nada é definitivo, a não ser a certeza de que é preciso rumar na direção da realização. Que a felicidade seja leve, assim como é suave a própria respiração. Nas pequenas coisas, no mais humilde detalhe: é possível encontrar o significado da própria vida. Viver não é difícil, mas exige atenção. Bênçãos! Paz & Bem! Santa Alegria! Abraço! 

Leia também
Padre Ezequiel Dal Pozzo é suspeito de ter agredido ex-namorada em Caxias do Sul
Vereador barrado em escola registra BO contra Secretaria Municipal de Educação de Caxias
Após denúncia de pais e professores, comissão faz visita a quatro escolas infantis em Caxias do Sul
Projeto de reconstrução de asilo que pegou fogo em Vacaria não saiu do papel

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros