Frei Jaime: entre o ontem e o amanhã - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

 

Opinião02/05/2018 | 06h00Atualizada em 02/05/2018 | 06h00

Frei Jaime: entre o ontem e o amanhã

O único tempo favorável, para viver significativamente, é o hoje

Frei Jaime Bettega
Frei Jaime Bettega

jaime@ofmcaprs.org.br

Bom Dia! Acordando em todos os sentidos... Estamos num novo mês... Maio é inspirador... são tantas celebrações... também são tantas emoções... Que as bênçãos sejam abundantes, ao longo de cada dia deste mês! 

"Somente o hoje. Sem o peso do ontem. Sem a ansiedade do amanhã."

O único tempo favorável, para viver significativamente, é o hoje. Saber colocar o ontem no seu devido lugar e deixar o amanhã quieto, pois ainda não chegou, é uma virtude, uma tarefa diária, um jeito inteligente de lidar com o tempo. O tempo é contemporâneo da justiça: todos têm a mesma quantidade diária de horas. O número de horas não leva em conta os afazeres ou a idade. Do recém-nascido ao idoso, todos têm a mesma quantidade de minutos. A habilidade de bem usar o tempo resulta da maturidade e da clareza quanto aos princípios e prioridades. 

Não são poucas as pessoas que fazem muito e, ainda, sobram tempo. Por outro lado, muitos fazem pouco e sofrem com a falta de tempo. Há quem aproveita até os segundos, outros desperdiçam horas e mais horas. Ainda bem que ninguém pode interferir no tempo, pois ele simplesmente passa. A função do tempo é reunir a quantidade suficiente de minutos para formar as horas, enquanto, lá fora, noite e dia vão se intercalando, chuva e sol disputam espaços, frio e calor se alternam. 

Pensar no tempo é uma tarefa prazerosa, uma ocupação com muitas lições. Porém, ao final de tudo, depois de intensas reflexões e questionamentos, resta a admiração, o desejo de viver mais intensamente. Caso haja um ponto de partida, a primeira atitude é deixar o hoje ser apenas hoje. Não convém depositar todo o peso do ontem no hoje. Muito menos permitir que a ansiedade, em relação ao amanhã, roube a elegância e a misteriosa existência do hoje. O passado e o futuro não podem ser mais importantes que o presente. Há tanta gente com o físico no hoje e no coração no ontem. Assim como tem muitos que voltam o coração somente para o amanhã. Todos podem ficar no hoje, sem se desfazer do ontem e sem saltar para um tempo que ainda não chegou. É bom demais viver somente o hoje. 

Bênçãos! Paz & Bem! Santa Alegria! Abraços!

Leia também
No Dia do Trabalho, conheça a agricultora Patricia Sartori Pagliosa
Governador designa grupo para negociar aliança com partidos para as eleições
Conheça Martina Bozza, candidata a rainha da Festa da Uva

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros