Frei Jaime: a melhor companhia - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

 

Opinião10/05/2018 | 06h58Atualizada em 10/05/2018 | 06h58

Frei Jaime: a melhor companhia

O autoconhecimento é uma tarefa sem fim, um processo existencial que só conhecerá o desfecho no último instante de vida

Frei Jaime Bettega
Frei Jaime Bettega

jaime@ofmcaprs.org.br

Bom Dia! Acordar e sentir-se vivo é um privilégio, uma bênção, uma dádiva... Que a serenidade acompanhe os passos e as atividades deste novo dia! Viver é extraordinário! Vamos lá! 

"Amor próprio é estar sozinho em casa e, mesmo assim, ter a certeza de estar na melhor das companhias." 

O autoconhecimento é uma tarefa sem fim, um processo existencial que só conhecerá o desfecho no último instante de vida. Cada pessoa torna-se uma grande surpresa para si mesmo. Todos os dias um novo pensamento chega, o modo de sentir se transforma, o jeito de ver as coisas se aperfeiçoa. No caminho que leva à maturidade há de tudo um pouco: pedras, espinhos, flores, folhagens. Saber organizar e harmonizar os sentimentos é uma tarefa árdua, supõe muita habilidade. O amor próprio requer conhecimento, paciência e uma eficaz espiritualidade. Quem sabe dosar adequadamente o amor, vive de forma mais leve. É como se estivesse sozinho em casa, sem ter por perto a solidão. A melhor das companhias será sempre a própria pessoa, em intensa relação consigo mesmo. O mais comum é ver pessoas estranhas para consigo mesmas.

 Quando alguém não se conhece profundamente, acaba perdendo as melhores chances de construção da felicidade. É bom ter pessoas amigas, dar-se bem com os outros, interagir continuamente, mas nada substitui o contato íntimo consigo mesmo. Feliz de quem aprende a ser a melhor companhia de si mesmo. Não teria tanta solidão no mundo se as pessoas se dedicassem a construir laços de amizade consigo mesmas. 

Quem não vive o amor próprio acaba tendo muita dificuldade de relacionar-se com os outros. São tantas pessoas de mal com a vida, distantes do bom humor, próximas da depressão, só pelo fato de não estarem bem com o seu ‘eu’ interior. É possível ter 'um milhão de amigos' e, mesmo assim, viver uma dolorida solidão. Que a humildade seja o melhor parâmetro para a construção do maior caso de amor: você com você mesmo.

Bênçãos! Paz & Bem! Santa Alegria! Abraços!

Leia também:
Curta caxiense "O Dia Seguinte" estreia nesta quarta
3por4: Rock de Galpão será atração na escolha das soberanas de Festa da Uva, em Caxias
Valdir Verona faz show nesta quinta-feira no Teatro do Sesc, em Bento Gonçalves
Lucio Yanel e Orquestra Sinfônica da UCS apresentam projeto "Acuarela del Sür" nesta quinta, em Caxias

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros