Escritor Paulo Ribeiro vence o prêmio Vivita Cartier com "O Transgressor" - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

 

Literatura25/05/2018 | 16h44Atualizada em 25/05/2018 | 16h44

Escritor Paulo Ribeiro vence o prêmio Vivita Cartier com "O Transgressor"

Romance foi publicado ano passado e premiado na categoria para obras publicadas no Concurso Anual Literário de Caxias do Sul

Escritor Paulo Ribeiro vence o prêmio Vivita Cartier com "O Transgressor" Diogo Sallaberry/Agencia RBS
Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

O romance O Transgressor, lançado ano passado pelo escritor Paulo Ribeiro, é o vencedor do Prêmio Vivita Cartier (melhor obra literária) do 52º Concurso Anual Literário de Caxias do Sul. O resultado foi divulgado na tarde desta sexta-feira pela comissão examinadora.

Obra recheada de memórias, a trama de O Transgressor mistura ficção e realidade, uma característica que marca toda a produção do autor, nascido em Bom Jesus e radicado em Caxias do Sul.

— É um livro de filhos e filhas de mães solteiras, que são centenas de milhares que, por acaso, um sou eu — disse o autor, na época do lançamento.

Em abril passado, o escritor autografou seu mais novo livro, o romance Um Cara Coçava as Costas da Minha Mãe no Baile.

Outros oito autores foram premiados nas categorias de contos, crônicas e poesias do Concurso Anual Literário. No total, 17 trabalhos foram inscritos para concorrer como melhor obra e outros 62 nas categorias de textos inéditos. 

Para o coordenador da comissão organizadora do concurso, Cássio Immig, a qualidade dos textos desta edição do concurso foi o diferencial:

— Tivemos um trabalho árduo para escolher os vencedores diante da boa qualidade textual. Por isso, destacamos sempre a importância desses autores continuarem escrevendo e participando do concurso.

Pela conquista, Paulo receberá um troféu, certificado e a quantia de R$ 7.723,20 em dinheiro. Já os primeiros lugares nas categorias de contos, crônicas e poesias ganham um troféu e certificado. Os segundos e terceiros recebem medalha e certificado. Os textos inéditos premiados serão reunidos em uma publicação a ser lançada em outubro, durante a 34ª Feira do Livro de Caxias do Sul. 

A comissão examinadora do 52º Concurso Anual Literário foi composta pelos escritores e professores Alessandra Rech, Armindo Trevisan e Lisana Bertussi. A premiação está prevista para ocorrer no dia 5 de junho.

Os vencedores

Prêmio Vivita Cartier (obras publicadas):

Paulo Ribeiro - "O Transgressor"

Contos:

1º lugar - Ronaldo Velho Bueno - "A Máquina", "Onofre" e "Identidade"

2º lugar - Gean Carlos de Oliveira - "Uma Noite no Cemitério", "Dias Difíceis" e "A Árvore"

3º lugar - Lara Guedes Kliger da Silva - "Silêncio na Linha de Produção", "Eugênio" e "Esteira de Alienação"

Crônica:

1º lugar - Daiane Ramos Borges - "Vermelho Rebu", "Sete Sete, Com Mais Sete, Vinte e Um" e "Não Aprendi Dizer Adeus"

2º lugar - Lara Guedes Kliger da Silva - "Oi, Quanto Tempo, Eu Sou (Mais Que) O Meu Emprego", "Crônica de Merda" e "Convenções Sociais"

3º lugar - Denise Werner de Oliveira - "Sem Paz", "Inusitada Vindima" e "Quanto Não Te Amo".

Poesia:

1º lugar - Nilcéia Pereira Kremer - "Fantasma Bonito", "Rito" e "Desenho em Verde"

2º lugar - Ricardo de Marco Pereira - "Esplêndido Pedaço de Sol que Ninguém Vê", "Luz de Farol" e "Saudade de Herói".

3º lugar - sem classificação

Leia também:
Confira alguns momentos da trajetória de 80 anos de José Clemente Pozenato
Da pobreza ao orgulho do filho melhor do mundo: mãe de Cristiano Ronaldo, Dolores Aveiro conta sua vida em livro 
Concerto da Orquestra Municipal de Sopros de Caxias homenageia os 100 anos de Leonard Bernstein, neste sábado

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros