3por4: O Brasil da Yangos - veja como foi show de lançamento do disco novo dos caxienses  - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

 

Música16/05/2018 | 14h44Atualizada em 16/05/2018 | 14h44

3por4: O Brasil da Yangos - veja como foi show de lançamento do disco novo dos caxienses 

Apresentação foi realizada na noite de terça, no Sesc

3por4: O Brasil da Yangos - veja como foi show de lançamento do disco novo dos caxienses  Siliane Vieira/Agência RBS
Quarteto lançou o disco "Brasil Sim Senhor", patrocinado pelo Natura Musical Foto: Siliane Vieira / Agência RBS

No palco, ambiente já tão familiar a Yangos, os tradicionais acordeom, violão, bumbo leguero, cajón e teclado repousam ao lado de alguns "intrusos" como triângulo e agogô. Quando finalmente os músicos César Casara, Tomás Savaris, Cristiano Klein e Rafael Scopel surgem, as camisas estampadas e coloridas que eles vestem reforçam a novidade: há uma certa descontração tropical apontando o horizonte pampeano do quarteto. O disco lançado com apresentação no Sesc, na noite de terça, é o quinto da carreira e tem nome autoexplicativo. Brasil Sim Senhor aponta para um caminho artístico que cresce sem amarras geográficas, sugerindo a integração desse pedaço de Brasil que pisa na geada com um Brasil de pés fincados na terra vermelha, na areia e por aí vai. 

Leia mais:
Às vésperas de embarcar para México e Rússia, Yangos lança novo álbum nesta terça-feira, em Caxias do Sul
Grupo caxiense Yangos será atração na Copa do Mundo da Rússia

A Yangos reinventa seus chamames, chacareras e milongas flertando com a força de ritmos tão gigantes e diversos quanto nosso território. Na prática, o quarteto continua fazendo o que sabe, porém, desafiando-se a num mergulho por águas menos conhecidas. Cada nova composição entoada ao vivo surge impulsionada pela vontade de se espraiar nesse Brasilzão de densas, animadas e folclóricas manifestações, renovando a já tradicional energia sonora que sempre atinge um ápice quando todo mundo tem vontade de sair dançando ou quando alguém da plateia solta um grito de "sapucay" (só para lembrar de onde estamos). Na verdade, a Yangos sempre fez questão de deixar suas origens muito claras, e descobriu que com as raízes bem firmes, os galhos sempre chegam mais longe — chegam até mesmo à Rússia, vejam só.  

Ouça o disco aqui:

Leia também:
3por4: Paralela, em Caxias, inaugura espaço para exposições e café, nesta quinta
Agenda: Mostra "A Educação Através dos Tempos" pode ser conferida até o dia 30, em Caxias
3por4: Caxienses do Grupo Ueba apresentarão peça na Virada Cultural de São Paulo, neste domingo

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros