Bento Gonçalves terá Centro de Cultura Afro-brasileira - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

 

Preservação17/04/2018 | 16h07Atualizada em 17/04/2018 | 16h07

Bento Gonçalves terá Centro de Cultura Afro-brasileira

Proposta foi aprovada na Câmara de Vereadores nesta semana

 Bento Gonçalves terá um Centro de Cultura Afro-brasileira. O projeto de lei que cria a iniciativa foi aprovado nesta semana na Câmara de Vereadores. A proposta, que partiu do Poder Executivo, segue para sanção do prefeito Guilherme Pasin (PP). O prédio que abrigará as atividades será construído no bairro Borgo.

O investimento previsto é de R$ 250 mil, entre recursos federais e municipais. Conforme o secretário da Cultura, Evandro Soares, o projeto está pronto e seguirá para avaliação da Caixa. Depois, será possível licitar a obra.

Além disso, será formado uma espécie de conselho consultivo com entidades representativas da cultura afro-brasileira. Um coordenador também será nomeado. A ideia é que o espaço realize exposições, palestras, cursos e seminários.

— É um centro de preservação da cultura afro em que todos os grupos serão abraçados — afirma o secretário.

O município tem entidades como a Sociedade 20 de Novembro e o Movimento Negro Raízes. A ideia é promover atividades também com grupos de capoeira, hip hop, percussão e religiões afro-brasileiras.

O projeto aprovado prevê um acervo constituído por fotos, vestimentas, documentos, livros, pinturas, discos, vídeos e filmes para valorização da cultura trazida pelos africanos ao Brasil. Essas peças podem ser doadas, emprestadas ou serem parte do patrimônio do município.

Leia também:
3por4: Festival Via del Vino será realizado neste sábado, em Bento Gonçalves 
Agenda: Cia. Municipal de Dança de Caxias do Sul realiza projeto "Abrindo a Casa" nesta quinta

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros