Adaptação de "Dom Quixote" será lançada neste sábado, em Caxias - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

 

Literatura06/04/2018 | 11h21Atualizada em 06/04/2018 | 11h21

Adaptação de "Dom Quixote" será lançada neste sábado, em Caxias

Fã do livro, escritor Uili Bergammín Oz fez adaptação e incluiu um capítulo sobre roteiro temático na Espanha

Adaptação de "Dom Quixote" será lançada neste sábado, em Caxias Diogo Sallaberry/Agencia RBS
Obra de Cervantes foi o que despertou em Uili o desejo de ser escritor Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS
Maristela Scheuer Deves
Maristela Scheuer Deves

maristela.deves@pioneiro.com

Foi ao ler uma versão adaptada do clássico Dom Quixote, do espanhol Miguel de Cervantes, que o então adolescente Uili Bergammín Oz decidiu ser escritor. Mais de 20 anos depois, após a leitura do original (em português e em espanhol) e de dezenas de outras versões, Uili autografa neste sábado, em Caxias do Sul, sua própria adaptação de Dom Quixote de La Mancha (editora Correa, 148págs., R$ 35).

As cerca de mil páginas do original foram condensadas em 148, mas Uili garante que a essência da obra foi mantida — ele fez questão, inclusive, de manter a divisão do livro em duas partes. O segredo é a utilização de uma linguagem simples, com o objetivo de funcionar como uma porta de entrada para que os jovens se aproximem desse grande romance universal, assim como aconteceu com o próprio autor.

A ideia do livro nasceu da realização de um sonho do escritor, radicado em Caxias: uma viagem, realizada em fins de 2017 e início de 2018, pelo "caminho de Dom Quixote", na região da Mancha, na Espanha. O roteiro partiu de Madri e passou por Toledo, Esquívias, Consuegra, Alcázar de San Juan, Argamazilla de Alba, Campo de Criptana, Toboso e Alcalá de Henares, de onde Uili seguiu até Barcelona. Acompanhado da mulher e do filho, ele conheceu pontos como a casa de Cervantes e os antigos moinhos, e recebeu, na passagem por Toboso, um certificado de  "caballero andante" (às mulheres, o certificado concedido por fazer o roteiro é de "Dulcineia de La Mancha").

— Minha maior emoção foi quando avistei, num final de tarde, os moinhos de Consuegra — conta o autor, que também ministra palestras sobre Cervantes.

A viagem incluiu ainda pesquisas em documentos originais na Biblioteca Nacional da Espanha, em Madri, e conversas com dois especialistas em Cervantes, Sabino de Diego e António Sanches, em Esquívias. No livro, escrito ainda no ano passado durante os preparativos para a viagem, um capítulo extra fala do trajeto, com direito a mapa e muitas fotos.

O lançamento será neste sábado, das 15h às 18h, na Dulce Amore Café (Rua Dr. Montaury, 2.090), próximo ao fórum.

 CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL, 29/03/2018. Escritor Uili Bergammín Oz vai lançar uma adaptação do livro clássico Dom Quixote de La Mancha, de Miguel de Cervantes Saavedra. (Diogo Sallaberry/Agência RBS)
Capa do livro traz fotos de moinhos espanhóis da região da Mancha, que escritor visitou recentementeFoto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS

Leia também:
Escritora Rejane Romani Rech será a patrona da 34ª Feira do Livro de Caxias
Frei Jaime: as diferentes etapas da vida contribuem para a construção do ser humano
Sala Ulysses Geremia, em Caxias, recebe a cinebiografia "Eu, Tonya"
"Corpo Oculto": Elisa Zattera reflete sobre a existência humana em exposição na Galeria Gerd Bornheim, em Caxias

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros