3por4: Sorteio de ingressos para o filme sobre Edir Macedo a servidores municipais de Caxias causa polêmica nas redes sociais - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

 

Repercussão05/04/2018 | 16h51Atualizada em 16/04/2018 | 10h44

3por4: Sorteio de ingressos para o filme sobre Edir Macedo a servidores municipais de Caxias causa polêmica nas redes sociais

70 pares de entradas foram oferecidos pela prefeitura, por meio do grupo Bem Viver

3por4: Sorteio de ingressos para o filme sobre Edir Macedo a servidores municipais de Caxias causa polêmica nas redes sociais reprodução/reprodução
Longa sobre a história do bispo é dirigido por Alexandre Avancini Foto: reprodução / reprodução

Um e-mail enviado pela prefeitura de Caxias a colaboradores na quarta foi alvo de críticas nas redes sociais nesta quinta. A mensagem oferecia para servidores 70 pares de ingressos de cinema para conferir o filme Nada a Perder - Contra Tudo Por Todos, cinebiografia do Bispo Edir Macedo, da Igreja Universal. O PRB, partido do prefeito Daniel Guerra, tem forte alinhamento político-ideológico com a Igreja Universal. 

Nada a Perder foi campeão de bilheteria em seu primeiro fim de semana em cartaz nos cinemas brasileiros, arrecadando mais de R$ 25 milhões (o segundo colocado, Jogador Nº 1, de Steven Spielberg, arrecadou R$ 7 milhões). O longa é alvo de polêmica parecida com a que ocorreu em 2016 com Os Dez Mandamentos - O Filme — também financiado pela Universal. Na época, a Igreja adquiriu milhares de ingressos ao redor do país e os distribuiu a fieis. Assim, a bilheteria do filme era estrondosa, mas muitas sessões com ingressos esgotados se encontravam com poucos espectadores presentes. 

Nas redes sociais, a comunidade cultural de Caxias se manifestou com relação ao sorteio de ingressos para Nada a Perder.

— A preferência desta gestão é alimentar as grandes salas de cinema tentando levar público para este filme duvidoso. Não existe uma preocupação real de incentivo ao consumo de cultura, nem incentivo de propagar a cultura. Afinal, não existe nenhum filme de qualidade dentro da própria sala de cinema administrada pela prefeitura, e desconhecida por boa parte dos servidores? _ questionou o artista plástico Rafael Dambros, mencionando a Sala de Cinema Ulysses Geremia.

— Quando não se sabe fazer política cultural, se faz politicagem. Esta é "nova política" de Caxias — criticou a atriz e produtora cultural Aline Zilli. 

Em contato com o Pioneiro (via colunista de Política Rosilene Pozza), a secretária de Recursos Humanos e Logística, Vangelisa Lorandi, comentou que a ação foi promovida pelo grupo Bem Viver, criado via projeto de lei, formado por servidores e que tem por objetivo promover ações destinadas à qualidade de vida dos mesmos. Ela pondera que não é a primeira vez que o sorteio de ingressos ocorre. Segundo Vangelisa, em 2017, foram oferecidas sessões para os filmes O Pequeno Nicolau, na Sala Ulysses Geremia, e Tempestade Planeta em Fúria, no GNC Cinemas.

— O Grupo Bem Viver respeita a ideologia dos servidores, seja política, religiosa ou de qualquer outra esfera. Não permite nem incentiva qualquer tipo de preconceito ou discriminação — disse Vangelisa.

Ainda de acordo com a secretária, os ingressos foram recebidos de um integrante da Igreja Universal.

— Assim como no final do ano passado nos foi oferecida uma apresentação artística da Escola Adventista, que foi realizada dentro do Centro Administrativo. Durante a Semana Farroupilha, um grupo também organiza há diversos anos uma missa crioula. Ou seja, respeitamos todos e nos envolvemos em diferentes atividades realizadas por inúmeras organizações — acrescentou.

:: Contraponto: O Departamento de Comunicação Social e de Relações e Institucionais da Igreja Universal rebateu informações dessa matéria. Sobre o longa Os Dez Mandamentos, a Universal “reitera que não comprou ingressos para o filme”, afirmando que se trata de “um dos maiores sucessos do cinema nacional de todos os tempos”. A Universal também diz que é mentira que o filme tenha sido financiado pela instituição religiosa, sendo na verdade “uma produção da RecordTV”.

Leia também:
3por4: Segunda edição do Festival Varilux em Caxias está confirmada
Sala Ulysses Geremia, em Caxias, recebe a cinebiografia "Eu, Tonya"

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros