3por4: Conheça a baterista caxiense que está participando do concurso internacional Hit Like a Girl  - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

 

Música12/04/2018 | 09h37Atualizada em 12/04/2018 | 09h50

3por4: Conheça a baterista caxiense que está participando do concurso internacional Hit Like a Girl 

Votação popular abre nesta quinta

3por4: Conheça a baterista caxiense que está participando do concurso internacional Hit Like a Girl  Reprodução/Reprodução
No vídeo gravado para a competição, a baterista manda Toxicity, do System of a Down Foto: Reprodução / Reprodução

A caxiense Stéfany Caroline de Almeida encontrou seu lugar no mundo atrás de um monte de caixas e pratos, empunhando duas baquetas. Aos 17 anos, a estudante do terceiro ano do Ensino Médio na escola Santa Catarina é apaixonada por bateria e silencia com muita técnica e habilidade qualquer retrógrado de plantão a dizer que o instrumento “não é coisa de menina”. Para provar que esse preconceito deve ser enterrado bem fundo é que existem iniciativas como o concurso internacional Hit Like a Girl (na tradução, “Bata como uma Garota”), do qual Stéfany participa pela primeira vez na categoria menores de 18 anos. A premiação escolhe as melhores bateristas do mundo, e Stéfany é uma das poucas brasileiras na disputa. A votação popular abre nesta quinta e você pode participar acessando AQUI.

– Desde que comecei a tocar eu assistia a muitos vídeos no YouTube e nos vídeos de algumas meninas bateristas aparecia o nome do concurso. Entrei no site e vi como era, mas nunca pensava em participar. Depois li o regulamento e, no fim, foi muito fácil, só criei uma conta e gravei um vídeo – conta ela, que toca desde os 12 anos. 

O vídeo para o concurso foi gravado com a ajuda do também baterista Thiago Caurio (do Black Stork Studio) e do músico Leonardo de Vargas, colega da guria na banda Videogames. Na gravação, Stéfany reproduz a “sarrafeira” da canção Toxicity, do System of a Down. Rock pesado é mesmo a linguagem na qual a baterista mais se identifica. Fã do baterista Nicko McBrain, do Iron Maiden, Stéfany faz questão de citar ainda suas referências femininas no instrumento, como Alexey Poblete, Anika Nilles e as brasileiras Jully Lee e Vera Figueiredo.

Além da Videogames, Stéfany toca ainda na banda Try Again, é integrante da Orquestra Jovem da Fundação Marcopolo e também toca quinzenalmente na Igreja Presbiteriana de Caxias. Ainda não decidiu se vai cursar a faculdade de Música e seguir carreira como musicista. A gente torce para que sim!

Confira a performance de Stéfany:

Leia também:
André Costantin: bikemanifesto
Orquestra Sinfônica da UCS destaca trompete em concerto nesta quinta, em Caxias
3por4: Caxienses da Yangos são atração confirmada em feira no México
3por4: Caxienses da Yangos são atração confirmada em feira no México
3por4: Festa celebra os 20 anos do estúdio Intruder Tattoo em Caxias

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros