Sociedade por João Pulita - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

 

SOCIAL08/03/2018 | 06h15Atualizada em 08/03/2018 | 06h15

Sociedade por João Pulita

Na coluna de hoje, personalidades que ilustram o poder feminino

Elas
Neste dia especial em que todos ratificamos os valores das mulheres em geral, a coluna reverencia personalidades que ilustram o poder feminino e nos enchem de orgulho.

Lola Salles com habilidade das grandes damas da alta costura, tece seus dias com paixão pelo trabalho e pela família Foto: Rafael Sartor / Divulgação

Lola
Hollandina Bolzani Salles, 87 anos, sempre foi uma mulher à frente do seu tempo. Costureira de mão cheia, ela já vestiu e veste nomes expoentes da sociedade gaúcha. A famosa Lolla Salles, mãe de Ana Lúcia, João André, Jorge Luis e Maria Cristina, tem 5 netos e uma bisneta, e segue os dias atuante na produção de vestidos há 80 anos, pois aos sete, ela já alinhavava costuras sob o olhar experiente de sua mãe Angelina Bolzani, que lhe ensinou o ofício. Dia 4 de abril, Lola celebrará seus 88 anos trabalhando. 

Adriana Inês da Silva atingiu a maturidade profissional e é reconhecida por sua dedicação à cultura da comunidade Foto: Daniela Xu / Divulgação

Aplausos
Adriana Inês da Silva, 53 anos, mãe de Jamila, Jaminiani e Jayane, é incansável. Com 27 anos dedicados ao Serviço Público e depois de passar por muitos e diferentes trabalhos na Prefeitura Municupal, ela teve o conjunto de sua obra reconhecido. A dedicação e a humildade valeram à pena. Hoje, ela assume o cargo de Coordenadora do Teatro Municipal Pedro Parenti da Casa da Cultura Percy Vargas de Abreu e Lima. 

Dona de uma força motriz, alicerçada no trabalho e na criatividade, Maria de Lourdes Anselmi construiu seu sucesso Foto: Cy Severo / Divulgação

Três Marias
Maria de Lourdes Anselmi é o exemplo pulsante de quem, com determinação, acredita no sonho e vai longe, muito longe. Há mais de 30 anos, ela produzia blusas femininas exclusivas e vendia para amigas, entre Farroupilha e Porto Alegre. Dona de um fôlego de três Marias, tino estético, carisma e bom gosto, a mãe de Sandra, Eduardo e Patrícia e avó de duas netas, foi aos poucos transformando seu potencial criativo em um grande negócio. Trabalhou por três e hoje comanda com o apoio dos filhos a Malharia Anselmi, referência do setor em todo o país.

Theresinha Pretto Serafini, dona de um magnetismo que encanta, realiza feitos que geram saúde aos que necessitam de acolhiFoto: Fernando dai Prá / Divulgação

Tia Thé
Theresinha Pretto Serafini é uma destas forças propulsoras que dignifica uma comunidade inteira. Com um histórico de trabalho voluntário de uma vida, aos 87 anos, ela ainda é uma das mais atuantes presenças na luta que a Pastoral de Apoio ao Toxicômano Nova Aurora promove na cidade. Nos idos anos, a mãe de Eduardo, Maria Luiza e Márcia, avó de seis netos e bisavó de um menino, segue incansável. Há duas décadas colaborando com a Patna, ela antes foi a primeira presidente da Liga Feminina de Combate ao Câncer – Caxias do Sul, em 1957, e presidiu Casa da Amizade em 1980. A lista de feitos desta mulher luminosa, que ainda prepara para a família delícias à mesa, não caberia neste espaço.

Com um histórico de mãe afetiva e visão de mercado, Thereza Verona Tondo é o exemplo da mulher atuante Foto: Jeferson Deboni / Divulgação

No comando
Atuante aos 88 anos, Thereza Verona Tondo ainda faz plantão na Fundação Joaquim Tondo onde cuida do planejamento financeiro. A mãe de Elizete, Eloisa, Eliane, Elói e Rogério, reserva tempo para  mimar seus 11 netos e o bisneto, Vicente. Matriarca do clã, Thereza, tem ainda uma intensa vida social. Elegante em tempo integral, ela é presença certa nas mais diversas ações filantrópicas promovidas pela sociedade caxiense.

Expoente da nova geração que dialoga com a ala feminina, Paulla Segala divide as tarefas entre o debate e a filantropia Foto: Victória Ruzzarin / Divulgação

Focada
Paulla Segala guardava no íntimo o desejo de discutir as mais diversas nuances do comportamento do universo feminino. Instigada, resolveu realizar o debate. Deixou de lado toda a artilharia de fotógrafa e, há três anos, deu início à Confraria da Mulher, proposta que realiza em reuniões para muitas e que serve para questionar e ampliar as idiossincrasias sobre o gênero, seus poderes, seus feitos e suas mazelas. O projeto de Paulla foi mais além. Atualmente ela realiza em paralelo, propostas filantrópicas que atendem às necessidades da Liga Feminina de Combate ao Câncer. Nesta noite promove mais uma edição da Confraria da Mulher no Intercity Caxias.


 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros