Petronius Beverages oferece passeio com degustação de cervejas e vinhos, em São Valentin da 2ª Légua - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

 

Em família02/03/2018 | 15h30Atualizada em 02/03/2018 | 15h30

Petronius Beverages oferece passeio com degustação de cervejas e vinhos, em São Valentin da 2ª Légua

A cervejaria faz parte de um projeto familiar da família Kunz

Petronius Beverages oferece passeio com degustação de cervejas e vinhos, em São Valentin da 2ª Légua Roni Rigon/Agencia RBS
O ambiente é preparado para receber os visitantes no passeio Foto: Roni Rigon / Agencia RBS

É na pequena comunidade de São Valentin da 2ª Légua, onde se pode encontrar belas paisagens e ruas bordadas com parreirais e casas antigas, que a família Kunz decidiu instalar a vinícola Petronius Beverages. Por lá, é possível encontrar a residência mais antiga da cidade, construída pelos primeiros imigrantes italianos entre 1876 e 1878. Inicialmente, a casa abrigava a família de Emilio Santini, e hoje ela integra o passeio guiado oferecido à comunidade, sempre aos sábados. É possível também conhecer a cervejaria, com todos os processos de produção, e por fim, degustar as bebidas, com o visitante acomodado em um jardim com pufes, bancos de pedra e panos brancos que envolvem as casinhas montadas. Sentar embaixo dos parreirais com cobertas e almofadas também é uma das opções oferecidas.

— Esses dias uma moça comentou que não bebia cerveja, só vinho. Então, falamos que também tínhamos vinho para oferecer. A gente produz aqui também (ainda estão em fase de pré-lançamento), pois buscamos agradar a todo tipo de público que vem conhecer a Petronius e apreciar a vista — destaca o proprietário, Emílio Kunz Neto.

O passeio, para que o público possa entender melhor o processo da cervejaria, iniciou recentemente. Emílio diz que ele foi pensado a partir da demanda dos clientes:

—Eles pediam para conhecer e ver como funcionava o processo então abrimos, fizemos um jardim para recebê-los e para que todos pudessem fazer uma visita na empresa. 

O pavilhão, que "abraça" a antiga casinha, recebe aos sábados à tarde cerca de 30 a 40 visitantes. O local tem controle de temperatura, com um clima diferente em cada ambiente, propício para a produção. São produzidas cervejas fracas  e fortes, todas artesanalmente; cachaça e a Schatz Muskat Bier, uma mistura de cerveja e vinho.

A CASA

 CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL (19/02/2018). Emílio Kunz apresenta o sofisticado empreendimento da Petronius Beverages, que agrega produção de cerveja, vinhos, licores, cachaça e oferece ambientes históricos  para lazer. (Roni Rigon/Pioneiro).
A casa mais antiga de Caxias do Sul tem cerca de 140 anosFoto: Roni Rigon / Agencia RBS

A obra conta com um conjunto de cozinha, separado da casa, quatro quartos e uma sala, tudo preservado e bem conservado. Uma outra peculiaridade dela, é que um dos quartos abrigava o padre, na época, e para ser diferenciado, a parede dele era toda decorada, como uma espécie de quarto especial. 

Tradição familiar

O gosto pela cerveja está no sangue da família Kunz. O projeto familiar deu nome a cervejaria Petronius, de Emílio Kunz e seus filhos, Júlio Cesar Kunz e Augusto Kunz. Fundada há quatro anos, além de resgatar a história, a cervejaria resgata a paixão pela produção de bebidas passada de geração para geração. O envolvimento iniciou-se em 1846, quando Johann Philipp Kunz saiu da Alemanha para o Brasil, sendo responsável por um dos primeiros destilados pertencentes a família.

Foi na terceira geração, do avô de Emílio, foi a Gramado e montou a Vinícola Petronius. Depois, o pai de Emílio Kunz Neto, Eloy, veio a Caxias para montar a Petronius:

— Sou a quinta geração que está com esse trabalho e meus filhos são a sexta — diz Emílio.

A paixão da família pela cervejaria estende-se ao estilo de vida dos proprietários. A família tem uma casa no mesmo terreno.

—Estar aqui é sair do estresse. É uma paz que não tem explicação — destaca. 

Produção sustentável 

 CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL (19/02/2018). Emílio Kunz apresenta o sofisticado empreendimento da Petronius Beverages, que agrega produção de cerveja, vinhos, licores, cachaça e oferece ambientes históricos  para lazer. (Roni Rigon/Pioneiro).
Emílio Kunz Neto faz é a quinta geração da família envolvida com a produção de bebidasFoto: Roni Rigon / Agencia RBS

A paixão pela cerveja não foi a única herança da família, o cuidado e a preocupação com o meio ambiente também são passados de geração para geração:

— A gente aprende desde pequeno a cuidar (do meio-ambiente). O meu avô, quando tinha a vinícola em Gramado por volta dos anos 1930, já tinha esse tratamento, e eu herdei isso dele — destaca Emílio. 

A água utilizada para a elaboração das cervejas e destilados da Petronius é totalmente proveniente da chuva. Armazenada em tubos, passa por pela peneira e por praticamente todo o processo que uma estação de tratamento faz. Depois desse procedimento, ela entra na fábrica e começa a ser utilizada. Já os efluentes que passam pelo tratamento são utilizados para irrigar o parreiral da Petronius, atrás da fábrica.

— Estamos inseridos em uma pequena comunidade, então é importante que a fábrica possa conviver harmonicamente com ela. Além de preservar o meio ambiente e contribuir com ele — conta o proprietário.

CURIOSIDADES

- Os alambiques utilizados na destilação da cachaça Serigote são construídos por Eloy Kunz, nos anos 1960. A bebida apresenta o rótulo inspirado no livro O Tempo e O Vento, de Erico Verissimo. Na obra, o escritor tem um personagem com sobrenome Kunz, da própria família Kunz.

- Atualmente, a cervejaria da família está presente nas regiões de Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Rio de Janeiro, São Paulo e Goiás, com as cervejas Schuatz e a cachaça Serigote. 

PROGRAME-SE
O quê: passeio com degustação.
Onde: Petronius Beverages (em São Valentin da 2ª légua, na Estrada da Uva 11.753)
Quando: aos sábados, às 14h.
Quanto: visitação gratuita, só paga o que consumir.

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros