Exposição que narra a ressurreição de Cristo será inaugurada nesta sexta em Caxias do Sul - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

 

Artes plásticas02/03/2018 | 08h00Atualizada em 02/03/2018 | 16h32

Exposição que narra a ressurreição de Cristo será inaugurada nesta sexta em Caxias do Sul

Assinada pelo artista plástico Rogério Biaerle, "Via Lucis" foi encomendada pela paróquia de São Pelegrino 

Exposição que narra a ressurreição de Cristo será inaugurada nesta sexta em Caxias do Sul Diogo Sallaberry/Agencia RBS
Esculpidas em ferro, 14 estações da ¿Via Lucis¿ narram os passos da ressurreição de Cristo, celebrada na Páscoa Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS

Antes de se juntarem à imagem de São Pelegrino que saúda os visitantes da igreja homônima, em Caxias do Sul, as 14 estações da Via Lucis, esculpidas pelo artista plástico Rogério Baierle, estarão expostas a partir de hoje na Galeria de Arte Gerd Bornheim, na Casa da Cultura. A visitação às peças que narram a ressurreição de Cristo, mistério central da fé católica, segue até 28 de março. Após esse período, as peças serão instaladas no entorno do templo, para dar início à celebração da Páscoa. 

Mesmo artista convidado para assinar a imagem do santo, inaugurada em agosto do ano passado, Baierle se dedica exclusivamente à arte sacra há cinco anos. Considera que o principal aspecto a ser levado em conta na temática religiosa é o estudo profundo das passagens ou dos personagens a serem retratados. 

Programe-se
O quê
: exposição Via Lucis, de Rogério Baierle.
Quando: abertura hoje, às 19h30min. Visitação até 28 de março.
Onde: Galeria de Arte Gerd Bornheim, na Casa da Cultura de Caxias do Sul.
Quanto: entrada gratuita.

Foi com esse respeito que ocupou os últimos quatro meses com o trabalho, encomendado pelo padre Leonardo Inácio Pereira, pároco de São Pelegrino. 

–  Comecei a fazer obras sacras há 30 anos, por isso é uma alegria poder entregar essa obra, que cumpre um papel muito importante de evangelização. Trata-se de um trabalho atemporal. Mesmo quando não estivermos mais aqui, a arte seguirá nos representando e servindo ao louvor, que é eterno – observa o artista de 55 anos.

Esculpidas em ferro e inspiradas na Via Lucis presente nas catacumbas de Calisto, em Roma, as obras foram financiadas por famílias ligadas à paróquia – um modelo semelhante ao adotado quando o italiano Aldo Locatelli pintou as estações da Via Sacra, que adornam o interior da igreja de São Pelegrino. A diferença, desta vez, foi que cada benfeitor teve direito a uma réplica da obra patrocinada para ter em casa. Para o padre Leonardo, um aspecto importante de instalar a obra que narra o renascimento de Cristo é oferecer aos fiéis um momento de inspiração:

– Todos nós enfrentamos muitos momentos em que a morte bate à nossa porta e em que precisamos ressuscitar para a vida. A Via Lucis ajuda fazer uma releitura da nossa trajetória e ressignificá-la, principalmente nestes períodos de sofrimento e dor. Futuramente, queremos criar um espaço que a pessoa possa, ao final da visitação à Via Lucis, renovar a fé rezando o Creio e fazendo o sinal da cruz com água benta. 

 Leia também
3por4: Iniciativa pretende promover venda acessível de arte em Caxias  
Projeto do Muscap busca restaurar álbuns de fotografias históricas  
3por4: Amada Cozinha, em Caxias, lança café da manhã a partir deste sábado 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros