Escritora Martha Medeiros participa de bate-papo nesta terça, em Bento Gonçalves - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

 

Mês da mulher27/03/2018 | 09h12Atualizada em 27/03/2018 | 09h12

Escritora Martha Medeiros participa de bate-papo nesta terça, em Bento Gonçalves

A mediação será da jornalista Laura Medina

Escritora Martha Medeiros participa de bate-papo nesta terça, em Bento Gonçalves Jefferson Botega / Bando de Dados/Bando de Dados
Foto: Jefferson Botega / Bando de Dados / Bando de Dados
Maristela Scheuer Deves
Maristela Scheuer Deves

maristela.deves@pioneiro.com

Uma das mais conhecidas (e amadas) cronistas do Rio Grande do Sul, Martha Medeiros será a convidada, hoje à noite, da primeira edição do projeto Mulheres que Inspiram, em Bento Gonçalves. Aos 56 anos e com um livro novo prestes a ser lançado – a sessão de autógrafos de Quem Diria que Viver Ia Dar Nisso será dia 5 de abril, em Porto Alegre –, ela participará do que chama de "um bate-papo super informal", com mediação da jornalista Laura Medina, na Fundação Casa das Artes.

— Vamos conversar sobre maturidade, sobre os desafios dessa "juventude parte 2", como eu chamo — brinca a escritora.

O encontro versará sobre o universo feminino, mas não com o foco em questões políticas ou sociais, e sim no lado mais humano, existencial, numa visão otimista do que as mulheres podem conquistar pessoalmente, adianta Martha:

— Chegamos aos 40, 50 anos, ainda com muita estrada pela frente, com os filhos criados, a vida profissional mais estabelecida, então vamos falar daqui para frente, das novas escolhas — resume.

Falando em escolhas, uma palavra que deverá estar bem presente nessa conversa é "mudança". Isso porque, como diz o título do seu novo livro, a vida nem sempre segue o rumo que imaginamos – e, dessa forma, nada mais natural que nos adequarmos também. A própria Martha, por exemplo, descobriu-se escritora em 1993, quando já trilhava uma carreira na publicidade:

– Quando a gente é jovem, tem 15, 20 anos, faz muitos planos e acha que a vida vai ser uma linha reta, vou seguir essa carreira, casar com essa pessoa, ter tantos filhos. E na verdade é só uma proposta que fazemos para nós mesmos, daí a vida surge e bagunça tudo, as coisas saem do planejado.

Se para muita gente essas reviravoltas e saídas do rumo assustam, para Martha isso é excitante:

— Acho bacana que a vida nos apresente outros caminhos, que tenhamos de nos adaptar a eles. Isso torna a vida mais rica.

E vale também mudar de opinião? 

– As pessoas se consideram frívolas por mudar de opinião, parece que você tem de morrer abraçada a escolhas que fez lá atrás. Eu acho o contrário, frívolo é quem não muda, isso é até uma certa covardia. A vida nos apresenta tantas propostas, a gente mesmo vai mudando à medida em que vai vivendo, ficando mais maduro. Vamos mudando de opinião, de gostos, repensando a nossa trajetória.

O que nos fazia feliz aos 20 anos, exemplifica, não necessariamente nos fará feliz aos 50, e é isso que ela busca desmistificar. 

— Vamos abrir o leque para enriquecer a própria experiência de estar vivo, conhecer outras versões de nós mesmos.

Sobre quem a inspira, Martha diz que são muitas pessoas, tanto mulheres quanto homens:

— Se tivesse de escolher um nome, diria (a escritora) Marina Colasanti, que eu lia muito quando tinha 20 anos. Ela me formatou como mulher.

O encontro é promovido pelo Dall’Onder Grande Hotel, e, ao final do bate-papo, serão homenageadas três mulheres no 1º prêmio Mulheres que Inspiram (os nomes serão anunciados na hora). A renda dos ingressos será destinada para o Instituto Tarcísio Michelon.

AGENDE-SE

O quê: encontro Mulheres que Inspiram, com a escritora Martha Medeiros.
Quando: nesta terça, às 19h.
Onde: na Fundação Casa das Artes (Rua Herny Hugo Dreher, 127), em Bento Gonçalves.
Quanto: ingressos a R$ 45, à venda em https://goo.gl/MYYD7g (há taxas).

Leia também:
Agenda: Vera Loca faz show em Caxias no próximo sábado
3por4: Caxiense Chiquinho Divilas vai palestrar em 11 cidades brasileiras
Com direito a parceria entre Chiquinho Divilas e Otto no palco, Festival Brasileiro de Música de Rua se encerrou neste domingo em Caxias 
3por4: Conheça o som do duo caxiense Two Step Flow

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros