Clô Wine Bar, em Flores da Cunha, propõe experiência sensorial aos visitantes - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

 

Sentidos aguçados23/02/2018 | 15h51Atualizada em 23/02/2018 | 16h47

Clô Wine Bar, em Flores da Cunha, propõe experiência sensorial aos visitantes

Espaço na Vinícola Luiz Argenta foi instalado em casarão histórico de 1929

Clô Wine Bar, em Flores da Cunha, propõe experiência sensorial aos visitantes Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Deck externo proporciona vista espetacular para vinhedos, lago e pôr do sol Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

Quando inauguraram o restaurante da Vinícola Luiz Argenta, em Flores da Cunha, em 2016, os proprietários não tiveram dúvida na hora de batizar como Clô o novo espaço para receber os visitantes. Uma homenagem mais do que justa à matriarca da família, Clorinda Massarotto Argenta, que, como uma autêntica mamma italiana, sempre gostou de reunir a família ao redor da mesa farta, repleta dos quitutes que ela mesma cozinhava. Dois anos depois, Clorinda foi mais uma vez homenageada, agora no recém-inaugurado Clô Wine Bar.

Instalado em um casarão de madeira erguido em 1929 e localizado na entrada do terreno da empresa familiar administrada pelos irmãos Neco e Deonir Argenta, o lugar vem aos poucos atraindo a curiosidade e se tornando um novo point para um happy hour descontraído no fim de tarde. Para receber o wine bar, um misto de pub, café e bistrô, o prédio, que nos primórdios da produção vitivinícola brasileira pertenceu à Cooperativa Vinícola Riograndense, passou por intervenções, mantendo as características originais, seguindo projeto das arquitetas Ariane Pistorelo, Sandra Vergani e Kelyn de Souza, da Open Design de Interiores, de Caxias do Sul.

Nas paredes, fotos antigas mostram um pouco da história do lugar. O terreno foi adquirido pela família em 1999 e a vinícola, inaugurada uma década depois. Durante anos, o casarão, serviu de escritório.

 FLORES DA CUNHA, RS, BRASIL, 23/02/2018 - Vinícola Luiz Argenta, em Flores da Cunha, inaugura o Clô Wine Bar, instalado em um casarão de 1929 que pertenceu à antiga Cooperativa Vinícola Riograndense. O nome é uma homenagem à matricarca da família, Clorinda, mulher de Luiz Argenta. (Marcelo Casagrande/Agência RBS)
Daiane Argenta mostra as cortinas de filé confeccionadas avó, Clorinda, e bordadas pela madrinha, DivaFoto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

Filha de Deonir e neta de Luiz e Clorinda, Daiane mostra com orgulho as cortinas em filé feitas pela avó, em 2007, quatro anos antes de falecer, aos 81 anos.

— Ela amava fazer filé. É tipo uma rede de pesca, que foi bordada pela minha dinda, Diva — lembra Daiane.

Uma porta lateral conduz a um deck com mesas e ombrelones de onde é possível assistir a um pôr do sol com vista para os vinhedos e um lago. Digno de cartão postal. Ou daquela foto para arrasar nas redes sociais.

Há também um deck inferior e uma área verde, onde é possível chegar mais próximo das parreiras e passear com animais de estimação. Em breve, o gramado deve receber tapetes e almofadas para quem quiser passar o tempo de um jeito ainda mais informal.

— Mais do que um simples momento para comer e beber, queremos proporcionais uma experiência a quem nos visita — diz.

Casamento de Clorinda Massarotto Argenta e Luiz Argenta. Ele dá nome à vinícola Luiz Argenta, em Flores da Cunha, e ela, ao restaurante e ao wine bar da vinícola, o Clô.
Clorinda e Luiz Argenta no dia do casamentoFoto: arquivo pessoal / divugação


 FLORES DA CUNHA, RS, BRASIL, 23/02/2018 - Vinícola Luiz Argenta, em Flores da Cunha, inaugura o Clô Wine Bar, instalado em um casarão de 1929 que pertenceu à antiga Cooperativa Vinícola Riograndense. O nome é uma homenagem à matricarca da família, Clorinda, mulher de Luiz Argenta. (Marcelo Casagrande/Agência RBS)
Tábua de frios, pães e bruschettas estão no cardápio e harmonizam com vinhos, espumantes e outras bebidas e cafésFoto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

Petiscos e rótulos da casa
Vinhos e espumantes em taça (de R$ 13 a R$ 23) e garrafa, drinks clássicos (Aperol Spritz, Kir Royal, Clericot, Mojito de Espumante, Bubble Cream - a R$ 22 cada -, Mimosa e Bellini - R$ 18) e não alcoólicos (sucos, cafés e chás, entre outros), compõem o cardápio de bebidas para harmonizar com petiscos como bruschettas (R$ 18, quatro unidades), baguetes (R$ 28), foccacias (R$ 28), quiches (R$ 12) e tortas (R$ 12). Há também tábua de frios (R$ 70) e uma deliciosa seleção de queijos (R$ 68). Os pães são elaborados em cozinha própria utilizando a técnica da fermentação natural.

Três pavimentos
O casarão histórico foi construído em três pavimentos. O térreo, em pedra, é utilizado para a realização de eventos, como casamentos e aniversários. Os demais, em madeira, abrigam o wine bar, no piso central, e uma área, no pavimento superior, para desidratar as uvas com as quais é elaborado o vinho Luiz Argenta Merlot Uvas Desidratar, lançado apenas em safras excepcionais.

 FLORES DA CUNHA, RS, BRASIL, 23/02/2018 - Vinícola Luiz Argenta, em Flores da Cunha, inaugura o Clô Wine Bar, instalado em um casarão de 1929 que pertenceu à antiga Cooperativa Vinícola Riograndense. O nome é uma homenagem à matricarca da família, Clorinda, mulher de Luiz Argenta. (Marcelo Casagrande/Agência RBS)
Casarão de 1929 pertenceu à Cooperativa Vinícola RiograndenseFoto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

SERVIÇO
:: O quê:
Clô Wine Bar.
:: Onde: Av. 25 de Julho, 700, Flores da Cunha, junto à Vinícola Luiz Argenta.
:: Funcionamento: de terça a domingo, das 15h às 22h.
:: Outras informações e reservas: (54) 99705-9179.

Leia também:
"Todas nós somos musas", diz Bella Falconi, convidada do Circuito Fitness Iguatemi Caxias nesta sexta-feira
Tríssia Ordovás Sartori: Viver para sempre
Confira a programação cultural deste final de semana na Serra

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros