3por4: Que tal doar aquelas bijuterias que você não usa mais para um projeto de customização de roupas? - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

 

Solidariedade13/02/2018 | 10h00Atualizada em 13/02/2018 | 10h00

3por4: Que tal doar aquelas bijuterias que você não usa mais para um projeto de customização de roupas?

Em Caxias, iniciativa Descarte do Bem usa esse tipo de material para valorizar peças doadas para instituições sociais  

3por4: Que tal doar aquelas bijuterias que você não usa mais para um projeto de customização de roupas? Felipe Nyland/Agencia RBS
Foto: Felipe Nyland / Agencia RBS

A moda sustentável encontra a solidariedade num bonito projeto que a empresária aposentada Liane Cósta tem encabeçado em Caxias. O Descarte do Bem utiliza peças de bijuterias sem uso – aquelas que estão no armário de praticamente todas as mulheres – para customizar e embelezar roupas que posteriormente serão doadas para instituições sociais. 

Leia mais:
3por4: Linguiçaria Premium, em Caxias,  promove carnaval solidário no sábado  

Ajudar o próximo sempre esteve entre as preocupações de Liane, constantemente envolvida em atividades voluntárias. Assim, o Descarte do Bem surgiu de uma forma muito natural, já que Liane costumava comprar material para customizar roupas descartadas por amigos e pela família. A ideia era deixar as peças mais bonitas e alegrar quem as receberia. Ao longo do tempo, a voluntária percebeu que seu próprio armário guardava muita coisa potencialmente utilizável nessas customizações.

– Daí comecei a pedir para a mulherada doar suas bijus sem uso. Eu desmancho e customizo peças que as instituições ganham na Campanha do Agasalho ou outras que eu mesmo recebo para doações. É um trabalho que valoriza muitos as peças – justifica ela, que também faz filtro dos sonhos e outras peças de artesanato.

Cada doação recebida passa por uma triagem e depois segue para o destino solidário mais adequado. Por exemplo, tempos atrás, Liane fez a festa de senhoras de um asilo ao entregar vários brincos de pressão que havia recebido como doação. Já as peças menores e desmontáveis se transformam em detalhes para embelezar as roupas.

– Tudo se reverte em saúde, alegria e entusiasmo. Você vê o brilho no olho da pessoa ao receber algo que ela não esperava – conta, sobre as recompensas que o projeto traz. 

AJUDE: Você pode contribuir com o Descarte do Bem doando materiais como bijuterias, fitinhas, rendas, pedrarias, miçangas, lantejoulas, etc. As doações podem ser entregues na recepção do jornal Pioneiro (com a indicação Descarte do Bem). Também é possível combinar com a própria Liane via WhatsApp pelos números (54) 99976-8801 ou 99130-6562.

Leia também:
Natalia Borges Polesso: restos do carnaval
Mostra fotográfica "Onde a Amazônia Começa e o Nordeste Termina" abre sexta no Centro de Cultura Ordovás, em Caxias
Agenda: Zanuzi realiza bloco de Carnaval nesta terça, em Caxias

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros