Livro de professor que já morou em Caxias traz textos em dialeto "talian" - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

 

Cultura26/01/2018 | 08h30Atualizada em 26/01/2018 | 08h30

Livro de professor que já morou em Caxias traz textos em dialeto "talian"

Lucas Visentini reúne em obra contos, crônicas e poesias

Livro de professor que já morou em Caxias traz textos em dialeto "talian" Reprodução/divulgação
Coletânea é segundo livro do autor, que aprendeu o dialeto com os avós Foto: Reprodução / divulgação
Maristela Scheuer Deves
Maristela Scheuer Deves

maristela.deves@pioneiro.com

Contos, crônicas — e algumas poesias — que retratam a desfaçatez do cotidiano. Assim o professor, mestre em Educação e escritor Lucas Visentini descreve seu segundo livro, o recém-lançado Da Desfaçatez das Palavras (editora Caxias, 80págs., R$ 20). A obra é dividida em três partes, sendo uma delas escrita no dialeto talian.

— Aprendi o talian con i miei nonni, é o dialeto que representa a comunidade italiana no Estado — diz Visentini, natural de Silveira Martins, na região da Quarta Colônia de Imigração Italiana no RS, e atualmente residindo em Santa Maria.

Ele acrescenta que alguns dos textos do livro já haviam sido publicados em jornais literários e revistas, mas a maior parte do material é inédita. 

Na parte em talian, o autor busca relatar o dia a dia dos descendentes de italianos na colônia. 

— São situações que contemplam a religiosidade, a sexualidade, os papéis de gênero, as situações cômicas e próprias do modo de ser e de viver do descendente de italianos — explica.

Esse cotidiano do qual trata no livro, embora se remeta à sua pequena cidade natal, não é muito diferente do que Visentini encontrou quando residiu em Caxias do Sul, no ano de 2014:

— Penso que, apesar da grande babilônia que é Caxias, a colônia que há em sua história ainda pulsa incessantemente no coração da cidade — diz o escritor.

Da Desfaçatez das Palavras ainda não chegou às livrarias caxienses, mas pode ser encomendado diretamente com o autor, pelo e-mail visentinilucas@gmail.com.

Leia também:
Histórias de filmes indicados ao Oscar também podem ser conferidas em livros
Projeto incentiva a leitura entre adolescentes, em Flores da Cunha
Andrei Andrade*: Depois que o gato partiu 


 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros