Mostra "Retratos do Invisível Visível" pode ser conferida no Sesc de Bento Gonçalves até o dia 30 de dezembro - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

Fotografia04/12/2017 | 10h05Atualizada em 04/12/2017 | 10h06

Mostra "Retratos do Invisível Visível" pode ser conferida no Sesc de Bento Gonçalves até o dia 30 de dezembro

Imagens fazem parte de projeto do fotógrafo Wagner Meneguzzi 

Mostra "Retratos do Invisível Visível" pode ser conferida no Sesc de Bento Gonçalves até o dia 30 de dezembro Wagner Meneguzzi/divulgação
Ensaios procuraram retratar a vida no interior do município, as pessoas que ali vivem e a paisagem cultural das diversas localidades Foto: Wagner Meneguzzi / divulgação
Maristela Scheuer Deves
Maristela Scheuer Deves

maristela.deves@pioneiro.com

Pessoas anônimas, mas reais e verdadeiras, são o mote da mostra Retratos do Invisível Visível, do fotógrafo Wagner Meneguzzi, em exposição até o dia 30 de dezembro no Sesc de Bento Gonçalves. Nas fotos, Meneguzzi procura retratar, sem clichês, um pouco da vida nas localidades do interior do município, contando histórias de vida e homenageando as pessoas retratadas, agricultores em sua maioria.

— Eu sempre quis contar a história do pessoal do interior. Nossos agricultores são pessoas tão sofridas, mas de uma simplicidade e uma humanidade muito grande — diz o fotógrafo.

Leia também:
3por4: Academia Caxiense de Letras tem nova presidente
Projeto caxiense Passaporte da Leitura recebe troféu do Prêmio Ages
Corte de verbas do Financiarte volta à pauta em assembleia da UAB, em Caxias
Uma opção de passeio por cinco dos mirantes mais bonitos da região

Ele conta que a exposição foi viabilizada graças a um edital do Fundo Municipal de Cultura de Bento, no qual foi contemplado ainda em 2015. Para produzir os ensaios (15 no total, embora apenas nove participem da mostra no Sesc), ele visitou todos os distritos bento-gonçalvenses. Chegou a cada um procurando deixar de lado ideias pré-concebidas e retratar o que via, resultando numa diversidade muito grande nas imagens.

As tradicionais famílias de descendência italiana, claro, são as principais protagonistas, mas inseridas, sempre que possível, dentro das paisagens culturais locais.

— A arquitetura do nosso interior, por exemplo, é muito bonita — ressalta.

As visitas renderam também situações curiosas, como algumas desconfianças de por que ele queria fazer as fotos, e se realmente os "modelos" não precisariam pagar nada. Em outra ocasião, o agricultor que seria fotografado não conseguia parar quieto, então Meneguzzi pediu que desse alguns pulos, com o que ele relaxou, resultando numa foto mais natural.

Como a intenção era contar histórias, as fotos — que já passaram por outros pontos da cidade, inclusive colégios, de maneira itinerante — ganharam acompanhamento de textos da museóloga Maria Dalcin, que estão nos catálogos da mostra e num fotolivro, que acompanha a exposição. 

Agende-se

O quê: exposição fotográfica Retratos do Invisível Visível, de Wagner Meneguzzi.

Quando: até 30 de dezembro, de segunda a sexta-feira, das 8h às 21h, e aos sábados, das 8h às 12h. 

Onde: no Sesc de Bento Gonçalves (Avenida Cândido Costa, 88).

Quanto: entrada franca.

 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros