Curta "Le Blanc", que aborda questões raciais em contexto urbano, estreia nesta terça, em Caxias - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

Cinema05/12/2017 | 09h31Atualizada em 05/12/2017 | 14h46

Curta "Le Blanc", que aborda questões raciais em contexto urbano, estreia nesta terça, em Caxias

O curta-metragem é dirigido por Le Daros e custeado via Financiarte

Curta "Le Blanc", que aborda questões raciais em contexto urbano, estreia nesta terça, em Caxias Alesi Ditadi/Divulgação
Ator senegalês Cher Cheikh interpreta o vendedor Abdul, perspectiva que concede ao trabalho do diretor Le Daros um aspecto verossímil na discussão sobre o tema Foto: Alesi Ditadi / Divulgação

Já é conhecido que as melhores abordagens sobre assuntos complexos se desenrolam com mais sensibilidade dentro de rotinas simples. Com essa estruturação, o novo curta-metragem Le Blanc, dirigido por Le Daros e custeado via Financiarte, aborda a questão do racismo e da xenofobia de forma certeira e marcante. Além da premissa inicial, o diretor constrói diversas camadas na história e propõe ao espectador uma reflexão sobre a moral, os costumes e a influência de uma pessoa sobre a outra.

– O ponto forte do curta é tratar da questão de uma forma não estereotipada. Não existe o lado do bem e do mal. Há uma situação de conflito – explica Daros.

Logo de início, o espectador conhece Heloisa, uma mulher jovem que trabalha como estilista de um atelier e que é surpreendida pela chefe ao receber a ordem de expulsar Abdul, um senegalês que trabalha como vendedor ambulante em frente à loja. A partir daí, constrói-se o dilema que serve como fio condutor para o resto da trama. Heloisa percorre um caminho de combate a seus próprios ideais e suas incoerências ao se ver de frente com uma decisão que coloca, lado a lado, a sua vida com a de outra pessoa.

– Nós buscamos tratar a questão do preconceito de uma maneira indireta. O narrador acompanha a trajetória da estilista e não do vendedor. A maior parte das pessoas que assistir vai se colocar no papel da personagem e decidir entre ser pragmática, simplesmente olhando para a lei, ou humanitária, entendendo as dificuldades de outra pessoa – explica Daros.

Em uma reflexão importante, principalmente para uma cidade que vibra com o fluxo migratório, a obra convida o espectador para uma conversa. Sem tecer julgamentos, o objetivo é construir pontes mais do que provar pontos:

– Acabamos gerando uma ambiguidade muito grande. O país oficialmente recebe esses imigrantes, mas depois eles são jogados à sua própria sorte. E o fato de ser um racismo velado só disfarça. Temos que discutir essa questão juntos.

Com roteiro e protagonismo de Laura Maffei, o elenco é composto pelo ator senegalês Cher Cheikh, que interpreta o vendedor Abdul, pela porto-alegrense Ilza Farias, proprietária do atelier e por Carine Panigaz, Maiara Bertoni, Fernanda Pires, Greice Leite, Filipe Mello e Fernanda de Oliveira. 

PROGRAME-SE

O quê: estreia do curta-metragem Le Blanc, de Le Daros.

Quando: nesta terça, às 19h30min.

Onde: Sala de Cinema Ulysses Geremia (Centro de Cultura Ordovás – Rua Luiz Antunes, 312).

Quanto: entrada franca.

 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros