Tenor Dirceu Pastori e soprano Caroline Gobbato homenageiam Andrea Bocelli em tributo nesta quarta-feira, em Caxias do Sul - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

Música14/11/2017 | 09h46Atualizada em 14/11/2017 | 10h01

Tenor Dirceu Pastori e soprano Caroline Gobbato homenageiam Andrea Bocelli em tributo nesta quarta-feira, em Caxias do Sul

Repertório é baseado nas principais canções do artista italiano

Tenor Dirceu Pastori e soprano Caroline Gobbato homenageiam Andrea Bocelli em tributo nesta quarta-feira, em Caxias do Sul Porthus Junior/Agencia RBS
Repertório é baseado nas principais canções do italiano, com performances solo e duetos, e instrumental composto por piano, baixo, guitarra e bateria Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

Dono de uma das vozes mais potentes da atualidade, o tenor Andrea Bocelli é referência para uma geração de cantores. Na noite desta quarta-feira, o artista italiano serve de inspiração para um tributo que o tenor Dirceu Pastori e a soprano Caroline Gobbato, ambos farroupilhenses, apresentam às 20h, no auditório do Sindicato dos Servidores Municipais de Caxias do Sul (Sindiserv). Os ingressos variam de R$ 15 a R$ 30.

Em performances solo de Pastori e duetos com Caroline, o repertório é baseado nas principais canções de Bocelli, incluindo clássicos como Per Amore e Con Te Partirò, entre outras. Também estão contemplados sucessos como Vivo per Lei, lançada originalmente com a participação da italiana Giorgia Todrani, e que posteriormente foi gravada com vozes como Hélène Ségara (na França), Judy Weiss (na Alemanha), Marta Sánchez (na Espanha) e Sandy (no Brasil). Outras quatro das canções do setlist estiveram no primeiro e único CD lançado por Pastori em sua carreira de aproximadamente duas décadas: Immenso, La Luna Che Non C’e, The Prayer e Canto della Terra. Há ainda duas árias de ópera e Can’t Help Falling in Love, originalmente gravada por Elvis Presley.

– Li o livro com a história dele e me emocionei muitas vezes. Persistência é a palavra que o define – diz Pastori.

Veja um trecho do ensaio:

Hoje com 59 anos, o cantor italiano nasceu com um glaucoma congênito que o deixou parcialmente cego. Aos 12 anos, perdeu totalmente a visão em decorrência de uma pancada na cabeça durante uma partida de futebol.

– Ele poderia ter desistido, mas não. Persistiu e se tornou um dos maiores cantores do mundo – elogia o farroupilhense.

Cantora há 10 anos, Caroline conheceu Dirceu há cerca de seis anos, quando cantavam em um coro em Farroupilha. De lá para cá, os dois já se apresentaram juntos inúmeras vezes.

– Admiro como ele (Bocelli) canta o amor, as coisas da vida – reflete a soprano.

Pastori e Caroline se apresentarão com uma banda formada pelo pianista Paulo Johann, pelo o baixista Nino Henz, pelo guitarrista Mauro Caldart e pelo baterista Fernando Zorzi.

Programe-se:
:: O quê:
Tributo a Andrea Bocelli, com Dirceu Pastori e Caroline Gobatto.
:: Quando: quarta (15), às 20h.
:: Onde: Sindiserv (Rua Carlos Giesen, 1.217, bairro Exposição, Caxias do Sul. (54) 3222-5293).
:: Quanto: R$ 15 para sócios do sindicato e R$ 30 para o público. Antecipados no local, das 8h30min às 18h.

Em Farroupilha
O Tributo a Andrea Bocelli será apresentado em Farroupilha em 23 de novembro, com a renda revertida para o Hospital São Carlos, de Farroupilha, e para a Liga Feminina de Combate ao Câncer de Caxias do Sul. Às 19h30min haverá missa em Caravaggio animada por Pastori e depois, o Tributo em jantar no Restaurante Família Brunetta. Informações e ingressos % (54) 99969-4380.

 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros