Sonoridade russa pauta apresentação da Osucs, domingo, em Caxias do Sul - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

Música erudita16/11/2017 | 09h00Atualizada em 16/11/2017 | 09h00

Sonoridade russa pauta apresentação da Osucs, domingo, em Caxias do Sul

Orquestra terá como solista convidada a violinista russa Anna Markova

Sonoridade russa pauta apresentação da Osucs, domingo, em Caxias do Sul Diogo Sallaberry/Agencia RBS
No Brasil pela primeira vez, Anna Markova vai ser solista no "Concerto para Violino e Orquestra em lá menor", de Alexander Glazunov Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS
Maristela Scheuer Deves
Maristela Scheuer Deves

maristela.deves@pioneiro.com

A sonoridade russa vai pautar a segunda edição da Série Grandes Concertos, que a Orquestra Sinfônica da UCS (Osucs) apresenta no domingo, no UCS Teatro. Em comemoração ao seu 16º aniversário, a Osucs apresentará três peças de compositores russos: Abertura Russlan e Ludmila, de Mikhail Glinka; Concerto para Violino e Orquestra em lá menor, Op. 82, de Alexander Glazunov; e Quadros de uma Exposição, de Modest Moussorgsky (com arranjos de Maurice Ravel).

— A Abertura Russlan e Ludmila é uma peça brilhante, virtuosística, impressionante e alegre. O Concerto de Glazunov não é tão conhecido como os de Tchaikovsky, mas tem uma paixão e uma expressividade muito grandes, além de uma alegria e uma luminosidade no final. Já a peça de Moussorgsky busca recriar a visita a uma exposição, inclusive vamos projetar alguns quadros de Viktor Hartmann, o pintor em quem ele se inspirou _ explica o maestro da Osucs, Manfredo Schmiedt.

Ele destaca ainda a presença da solista convidada, a violinista russa Anna Markova, atualmente radicada na Alemanha e que veio ao Brasil especialmente para essa apresentação:

— Ela é uma excepcional violinista jovem, com uma técnica maravilhosa — elogia.

Leia também:
"O amor me fez assim", do SOU - Contadores de Histórias, terá apresentações de quinta a sábado, em Flores da Cunha
Bastiana apresenta novo espetáculo neste domingo, em Caxias do Sul
Agenda: Rafael Calegari se apresenta neste domingo, no Ordovás, em Caxias

Em Caxias do Sul desde a segunda-feira, quando ocorreu o primeiro ensaio do espetáculo, Anna conta que aproveitou o tempo livre para conhecer a Igreja de São Pelegrino, a Catedral e o zoológico da UCS. Também descobriu que aqui no Sul o samba não é tão comum, e quer saber:

— O que se dança aqui?

A violinista foi convidada a tocar na cidade por meio do maestro assistente da Osucs, Diego Biasebetti, de quem foi colega em uma orquestra em Bremen (Alemanha). E revela que conhece um pouco da música clássica brasileira, graças a uma professora do conservatório de Minsk, capital da Bielorrússia, onde cresceu:

— Ela me apresentou a obra de (Heitor) Villa-Lobos e alguns outros compositores brasileiros menos conhecidos — lembra.

Sobre o espetáculo de domingo, ela destaca a peculiaridade do Concerto, obra em que será a solista: 

— É a melhor peça de Glazunov. Ela é interessante porque não tem um único tema predominante, mas vários pequenos temas — diz, fazendo uma analogia desses temas com os peixes de um cardume.

Contente com sua primeira visita a um país das Américas — lamenta apenas não ter tempo para conhecer melhor o Brasil nesta viagem, e espera conseguir ver o mar —, Anna se apresenta no domingo em Caxias e na segunda embarca de volta à Europa, onde tem concertos agendados para a próxima semana em Bremen, onde mora, e em Paris.

Como no primeiro Grande Concerto, realizado em junho, também desta vez o público terá estacionamento exclusivo e coquetel festivo ao final do espetáculo, com presença do maestro, da solista e de membros da orquestra.

A violinista

Criada na Bielorrússia, onde iniciou seus estudos na música, Anna Markova é diplomada em violino barroco e mestre em música antiga. Além de tocar com orquestras ao redor do mundo, desenvolve um projeto que une música e literatura, em parceria com um ator. Nele, improvisa, declama, conversa com o público e até canta — por enquanto, apenas em alemão, sua segunda língua.

Agende-se

O que: Série Grandes Concertos, com a Orquestra Sinfônica da UCS e a violinista Anna Markova.

Quando: domingo, às 19h.

Onde: no UCS Teatro.

Duração: aproximadamente 1h30min.

Regente: Manfredo Schmiedt.

Quanto: os ingressos variam de R$ 50 a R$ 100, à venda na  Loja UCS Store (Galeria Universitária), nas Lojas Ferraro (São Pelegrino), na Pole Modas (Shopping Iguatemi) e pelo site www.ticketmais.com.br. Idosos e estudantes pagam meia.


Repertório

* Mikhail Glinka: Abertura Russlan e Ludmila

* Alexander Glazunov: Concerto para Violino e Orquestra em lá menor, Op. 82
Moderato
Andante sostenuto
Più animato
Allegro
(Solista: Anna Markova _ Violino (Rússia/Alemanha)

* Modest Moussorgsky/Maurice Ravel: Quadros de uma Exposição
"Promenade" (Passeio) _ Introdução _ Allegro giusto, nel modo russico, senza allegrezza, ma poco sostenuto
"Gnomus" (Gnomo) _Vivo
"Promenade" (Passeio) _ Moderato comodo assai e con delicatezza
"Il Vecchio Castello" (O Castelo Medieval) _ Andante molto cantabile e con dolore.
"Promenade" (Passeio) _ Moderato non tanto, pesante
"Tuileries" (Tulherias) _ Allegretto non troppo, cappriccioso
"Bydlo" (Carro de Bois) _ Sempre moderato, pesante
"Promenade" (Passeio) _ Tranquillo
"Ballet des Petits Poussins dans leurs Coques" (Balé dos Pintinhos em suas Cascas de Ovos) _ Scherzino. Vivo leggiero
"Samuel Goldenberg et Schmuyle" _ Andante. Grave - energico
"Limoges, Le Marché" (O Mercado em Limoges) - Allegretto vivo, sempre scherzando
"Catacombae, Sepulcrum Romanum" (Catacumbas, Sepulcro Romano) _ Largo
"Cum Mortuis in Língua Mortua" (Com os Mortos em Língua Morta) - Andante non troppo, con lamento
"La Cabane de Baba-Yaga sur de Pattes de Poule" (A Cabana de Baba-Yaga sobre Patas de Galinha) _ Allegro com brio, feroce. Andante mosso. Allegro molto
"La Grande Porte de Kiev" (A Grande Porta de Kiev) _ Allegro alla breve. Maestoso. Con grandezza

 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros