Frei Jaime: Uma infinidade de detalhes - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

Opinião10/11/2017 | 08h24Atualizada em 10/11/2017 | 08h24

Frei Jaime: Uma infinidade de detalhes

Somar anos não é o mesmo que acumular algumas perdas

Frei Jaime Bettega
Frei Jaime Bettega

jaime@ofmcaprs.org.br

Com o passar dos dias e dos anos, alguns aprendizados acabam tomando boas proporções. Aquela ansiedade em busca de visibilidade, aparência e reconhecimento verbal também se acomoda, encontra seu lugar e a vida passa a dedicar mais tempo aos mínimos detalhes, às lições escondidas nas entrelinhas. 

"Viva os detalhes."

Somar anos não é o mesmo que acumular algumas perdas. A maturidade é feita de muitos ganhos. O físico é visitado pelo declínio, mas a interioridade alcança o auge, se apresenta sonoramente, a experiência ajuda a economizar energias e a serenar ilusões. Num determinado momento, o olhar se volta para detalhes que fazem a diferença. 

Na pressa e na incerteza de algumas buscas, a grande maioria acaba não percebendo uma infinidade de detalhes, ao longo dos caminhos da vida. Um detalhe pode roubar a cena, fazer toda diferença, provocar suspiros, oportunizar as melhores alegrias. Para tal postura, parece ser urgente recuperar a sensibilidade. 

O ser humano, ninguém sabe quando e nem o motivo, se afastou um pouco ou muito da afetividade. Passou a ser quase natural usar palavras ásperas, impedir o encontro de olhares, não se importar com a dor alheia, não repartir o pão. Ainda bem que, em vários locais e ambientes, alguns sinais de humanização já são bem salientes. A bondade não está escassa, só não é noticiada. 

O amor ao próximo não está em baixa, pelo contrário, tem movimentado multidões. Tomara que a espiritualidade continue iluminando corações humildes e desapegados para garantir a multiplicação do bem.

 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros