Celebração em dose dupla na abertura do Mississippi Delta Blues Festival 2017 - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

Música24/11/2017 | 03h40Atualizada em 24/11/2017 | 08h41

Celebração em dose dupla na abertura do Mississippi Delta Blues Festival 2017

Décimo aniversário do evento também marcou os 15 anos da Juke Joint Band

Celebração em dose dupla na abertura do Mississippi Delta Blues Festival 2017 Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Direto do Mississippi, o guitarrista Anthony "Big A" Sherrod Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

No ano em que completa seu décimo aniversário, o Mississippi Delta Blues Festival (MDBF) não poderia ter começado melhor nesta quinta-feira. Com o cancelamento da vinda da americana Deitra Farr, que abriria o Mojo Hand Stage, coube à caxiense Juke Joint Band a missão de dar a largada aos shows do palco principal desta edição. Mais antiga banda de blues em atividade em Caxias do Sul, o grupo fez uma apresentação impecável, sob o comando de Cesar Fateixa, o Portuga. Em uma performance de aproximadamente uma hora,que marcou também seus 15 anos, a banda do anfitrião do MDBF, Toyo Bagoso, conduziu a plateia por uma celebração com direito a participações de ex-integrantes do grupo, como Rafael Dannenhauer, Cristiano Crochemore, Rafael Parisotto e Fher Costa.

- Foi muito bom porque consegui aproveitar essa palco maravilhoso tocando junto com amigos - disse Costa, que há quatro edições responde pela direção geral do festival.

Figura já conhecida e querida do festival, o americano Bob Stroger também deu uma palhinha antes de se apresentar no Mississippi Delta Stage, assim como o britânico Chris Jagger, cujo show oficial é nesta sexta.

Entre um abraço daqui e um elogio dali, já circulando em meio ao público, Frateixo resumia a vibe do MDBF:

- É um lugar em que tu passa pela pessoa 30 vezes e vai cumprimentá-la 30 vezes porque não lembra mais se já cumprimentou ou não (risos). Esse é o clima do festival.

A poucos metros dali, a argentina Jes Condado soltava o vozeirão no Magnólia Stage, palco dedicado exclusivamente às vozes femininas. No Front Porch Stage ou, simplesmente, na Casinha, Lennon Z & The Sickboys animavam a galera.

O relógio avançava e, a essa altura, já tinha mais um show rolando no Mojo Hand Stage. Vindo do Mississippi (EUA), o guitarrista Anthony "Big A" Sherrod levantou os espectadores com sua voz potente e simpatia contagiante.

- Ver a plateia se divertindo me faz sentir maravilhoso e também querer dar o melhor de mim porque se o público não gosta do que você está fazendo, não há sentido. Se o que sai do meu coração conseguir atingir o coração de outros, isso é o que importa para mim - disse ao Pioneiro, já no backstage.

Em outro extremo da área de 12 mil metros quadrados por onde a estrutura foi distribuída este ano, o Hot Music Stage era como uma extensao do Nordeste. Lá, Daniel Ferretti e seu Forró Fino mandavam ver com o show Baião - O Blues Brasileiro, com direito a performance de dança dos professores da escola de danças Ballroom Giovani Monteiro e Kamila Perotti.

Seguindo o cronograma do Front Porch Stage, a guitarrista britânica Bex Marshall fez um show bastante emocional. Pela terceira vez no MDBF, ela interrompeu uma turnê de 27 dias pela República Tcheca estar em Caxias.

 CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL, 23/11/2017 - 10ª Ediçaõ do Mississipi Delta Blues Festival ocorre nos dias 23, 25 e 25 de Novembro, na Estação Férrea, em Caxias do Sul. NA FOTO: Bex Marshall. (Marcelo Casagrande/Agência RBS)
A britânica Bex Marshall no Front Porch StageFoto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

- Só vim para ficar três dias, mas não iria perder por nada. Acho que é um dos melhores festivais ao qual já fui, e não estou brincando. É muito bem organizado. Fiz amigos fantásticos aqui por causa deste festival _ lembrou Bex, que encerrou sua apresentação com uma versão à capela de Mercedes Benz, de Janis Joplin.

Anunciado pelo mestre de cerimônia Rafa Gubert como "o filho rebelde do blues", Charles Master encerrou o line up do Mojo Hand. Marcado por consecutivas falhas no som, que curiosamente não aconteceram nas performances anteriores do mesmo palco, empolgou a maioria, com o ex-TNT desfilando hits como O mundo é maior que o teu quarto, Outra noite que se vai, Nunca mais voltar e A irmã do Doctor Robert, entre outras.

O Mississippi Delta Blues Festival prossegue nesta sexta-feira, com ingressos a  R$ 120 (meia), R$ 135 (mojo card) e R$ 240 (inteira), no local ou em www.mdbf.com.br. O MDBF 2017 vai até este sábado.

Programação de sexta-feira (24/11)
Mojo Hand Stage

:: 20h: Hino Nacional - TBA
:: 20h05min: J.J. Jackson (USA) & The Headcutters (SC)
:: 22h15min: Chris Jagger & Charlie Hart (UK)
:: 00h25min: Crossroads Time
:: 00h30min: Blues Etílicos (RJ)

Magnolia Stage
z 19h: Camila Dengo & Mamma Doo (RS)
z 21h10min: Bex Marshall (UK)
z 23h20min: Taryn (RJ)

Front Porch Stage
:: 19h: Anthony "Big A" Sherrod (MS/USA)
:: 21h10min: Anthony "Big A" Sherrod (MS/USA)
:: 23h20min: Ian Siegal Acoustic (UK)
:: 01h30min: Ian Siegal Acoustic (UK)

Folk Stage
:: 18h30min: Thunder Carlos (RS/BEL)
:: 21h10min: Thunder Carlos (RS/BEL)
:: 23h20min: Bob Stroger (USA) & The Headcutters (SC)
:: 01h30min: Bob Stroger (USA) & The Headcutters (SC)

Mississippi Delta Stage
:: 20h30min: Blues da Casa Torta (RS)
:: 22h: Blues da CasaTorta (RS)
:: 23h30min: Alamo Leal Blues Revue (RJ)
:: 01h30min: Alamo Leal Blues Revue (RJ)

Hot Music Stage
:: 18h10min: Mouhamed Aw (Senegal) & Não Alimente os Animais (RS)
:: 20h10h: Mouhamed Aw (Senegal) & Não Alimente os Animais (RS)
:: 22h20min: Mouhamed Aw (Senegal) & Não Alimente os Animais (RS) 

DDI 54 Stage
::: 19h: Jes Condado (ARG)
:: 21h10min: Jes Condado (ARG)
:: 23h20min: Xime Monzon (ARG)
:: 01h30min: Xime Monzon (ARG)

 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros