Frei Jaime: Laços eternos - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

Opinião25/10/2017 | 08h37Atualizada em 25/10/2017 | 08h38

Frei Jaime: Laços eternos

Uma amizade verdadeira elimina toda estranheza, aproxima intimamente, provoca as alegrias mais singelas

Frei Jaime Bettega
Frei Jaime Bettega

jaime@ofmcaprs.org.br

A amizade é o sentimento por excelência, sublime, profundamente humano ao ponto de ser divino. Impossível ser alguém neste mundo sem laços de amizade. Muitos amigos surgem do nada, outros aparecem na hora da necessidade, outros ainda resultam de um intenso e gradual cultivo. 

"Certa vez fui levantar um amigo meu e acabei levantando a mim mesmo."

Uma amizade verdadeira elimina toda estranheza, aproxima intimamente, provoca as alegrias mais singelas. Difícil explicar o sentido e as transformações que uma amizade causa. Talvez não seja necessário uma definição ou descrição. Amizade é uma questão de alma para alma, numa sintonia profunda, num entrelaçamento que dispensa palavras. 

Todo o bem feito a um amigo retorna em forma de bênção. São tantas e emocionantes narrações de amizades que realmente salvaram vidas, devolveram luminosidade aos dias, provocaram intensas alegrias. Ao erguer um amigo prostrado, os dois ficam majestosamente de pé. É simplesmente maravilhoso ver, perceber e sentir os efeitos de uma amizade sincera e singela. Porém, convém não esquecer que o bem realizado a um amigo não deve esperar nada de volta. 

A gratuidade sempre acompanha aqueles que decidem não caminhar sozinhos nas estradas do mundo. Estender a mão a quem precisa é como abrir uma porta para iniciar uma amizade capaz de permanecer sólida até a eternidade. É um medicamento para combater a solidão, um elixir multiplicador da alegria. Feliz de quem reserva um tempo diário para cultivar e agradecer o dom da amizade. 

 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros