Festejos do Halloween se multiplicam, e não são mais restritos ao público infantil  - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

Gostosuras ou travessuras?27/10/2017 | 15h00Atualizada em 27/10/2017 | 16h45

Festejos do Halloween se multiplicam, e não são mais restritos ao público infantil 

Versões mais tradicionais, com destaque às fantasias, convivem com outras em que o foco está na música e nos drinques

Festejos do Halloween se multiplicam, e não são mais restritos ao público infantil  Tadeu Vilani/Agencia RBS
Foto: Tadeu Vilani / Agencia RBS
Maristela Scheuer Deves
Maristela Scheuer Deves

maristela.deves@pioneiro.com

Já vai longe o tempo em que as festas de Halloween em solo brasileiro se restringiam aos cursos de inglês ou a algumas escolinhas infantis. O festejo, "importado" dos Estados Unidos, cresceu, multiplicou-se e cooptou também o público adulto, com bruxas e monstros invadindo boates, bares, clubes e até mesmo pet shops.

E se a denominação em português de Dia das Bruxas praticamente caiu em desuso, com a predominância do nome em inglês, a festa em si tem se transformado, adaptando-se ao ambiente em que ocorre e ao gosto do público. Assim, versões mais tradicionais, com destaque às fantasias, convivem com outras em que o foco está na música (pop, rock ou outra) e nos drinques (que ganham nomes como Sangue de Vampiro e Frankenstein).

– As culturas são dinâmicas, estão sempre se apropriando de elementos umas das outras. O próprio Halloween é uma apropriação, uma transformação de rituais celtas muito antigos – salienta o doutor em Antropologia e professor da Universidade de Caxias do Sul (UCS) Caetano Sordi.

Ele lembra que o Halloween, celebrado em 31 de outubro, é a véspera de Todos os Santos (1º de novembro), que, por sua vez, é também uma apropriação cristã dessas festas pagãs. Por outro lado, acrescenta Sordi, há no contexto global uma hegemonia dos elementos da cultura anglo-saxônica – no caso do Brasil, mais forte em relação aos Estados Unidos.

– É sintomático dessa hegemonia que a gente esteja festejando, ou se apropriando, introduzindo o Halloween no calendário das festas brasileiras, e não, por exemplo, o festival das cores, o ano-novo chinês. 

A presença da indústria cultural, em especial a cinematográfica, também ajuda a explicar a interpenetração de culturas, diz Sordi. Isso ocorre também em relação a outra data sem nenhuma relação com o Brasil, mas que, recentemente, começou a ser festejada por aqui (e em diversas outras partes do mundo): o Dia de São Patrício, comemoração tipicamente irlandesa.

De cinema

A indústria cultural também faz surgir novos ícones que se mesclam às bruxas e abóboras. Tanto que, segundo pesquisas feitas nos EUA, as fantasias mais procuradas deste ano para a festa são Mulher Maravilha, do filme homônimo, Arlequina (de Esquadrão Suicida) e palhaço (It).

Saci x bruxa

Quanto à crítica, muitas vezes repetida, de que se deveria privilegiar elementos do folclore brasileiro e não do estrangeiro, o estudioso acredita que um não exclui o outro. Sordi lembra de uma antiga tentativa de instituição do Dia do Saci (o projeto de lei original, data de 2003), que seria comemorado também em 31 de outubro – o Estado de São Paulo e alguns municípios têm lei nesse sentido. 

– Acho que isso é como tentar disciplinar a linguagem, evitar que as pessoas usem termos de outras línguas. É muito difícil que isso aconteça. Claro que é preciso um trabalho de valorização da cultura local, mas não necessariamente no sentido de excluir o que vem de fora.

Além da impossibilidade de controlar a influência “de fora”, Sordi destacaque não se deve menosprezar a capacidade que as culturas têm de hibridizar elementos umas das outras. Assim, as pessoas se apropriam localmente, com códigos locais, de algo que é global – por isso, não seria de estranhar se alguém aparecesse de Saci ou de Cuca numa festa de Halloween.

AGENDE-SE

Em Caxias

Halloween 54: 

Neste sábado, às 21h, no Zero54 (Rua Augusto Pestana, 154). Com concurso de fantasias, drink Frankenstein, DJs Double Trouble, Bozó, Tuba e Camila Cabral e show com The Robers. Antecipados a R$ 20 (com fantasia) e R$ 40 (sem fantasia); na hora, R$ 30 e R$ 60, respectivamente.

Halloween do Espaço: 

Neste sábado, às 22h30min, no Espaço de Dança André Ribeiro (Avenida Júlio de Castilhos, 905). R$ 15.

Pop Scream Halloween à Fantasia

Neste sábado, às 23h, na Level Cult (Rua Cel. Flores, 789). Com túnel do terror, Porta dos Desesperados, shot sangue de vampiro e premiação para as melhores fantasias. DJs Felipe Esteves, Gui Fillipon, Beta Viegas e Saulo Campagnolo. R$ 30 com fantasia e R$ 40 sem fantasia.

Halloween Festival Caxias: 

Neste domingo, das 16h às 22h, no Shiva Music Club (Rua Osmar Meletti, 521). Com as bandas Banda Drive (RJ), Infuria (POA), WAR - We Are Revolution (Farroupilha/RS), Al Forria (Caxias), Sinestesia (Caxias), Reiká (Gravataí) e Stella (Porto Alegre). Antecipados a R$ 15, na Kactus Camisetas; na hora, R$ 20.

Festa Halloween - 5ª edição: 

Dia 4, às 23h30min, no Portal Bowling (Marcenter Shopping). Concurso de fantasia, show com a banda Sunset Rider e DJ Gilson Stuani. R$ 25.

PARA OS PEQUENOS

Halloween Party: 

Neste sábado, às 15h, na Grifinória Recreação e Eventos (Rua Mestre Tito Bettini, 343, em Caxias do Sul). Com brincadeiras, brinquedos, decoração temática e concurso de fantasia. R$ 10 (criança até 5 anos tem direito a um acompanhante).

Em Carlos Barbosa

Halloween Horror Party: 

Neste sábado, às 23h30min, no Showbar Carlos Barbosa (Rua Júlio de Castilhos, 219). Organizada pela Skill Idiomas. Com DJ Jack, DJ Miquel e banda Destilaria Corleone. Antecipados na Skill a R$ 15. Na hora, R$ 20.

Em Bento Gonçalves:

Halloween do Bistrô: 

Neste sábado, às 19h, no Café com Arte (Rua Marques de Souza, 354). É uma festa mais “gastronômica”, com pratos como macarrão da bruxa (R$ 39) e risoto de moranga (R$ 36). Mesa com nove opções de doces temáticos e decoração temática.

Festa Halloween:

Dia 4, às 21h, na Escola de Danças Angélica & Rodrigo (Rua Garibaldi, 559 B). Festa a fantasia, com guloseimas, dança e brincadeiras. R$ 35 (até dia 2) e R$ 45 (na hora).

MAIS

Festas pet

Os animais de estimação também têm opções de festas de Dia das Bruxas em Caxias do Sul. A Pet Star Veterinária (Av. Arthur Perotoni, 767, em Forqueta), promove neste sábado, das 9h às 15h, o Halloween dos Pets. A maioria das brincadeiras é voltada aos donos, mas a ideia é que os bichinhos compareçam fantasiados. Já o Halloween da Aquariama (Rua Pinheiro Machado, 2.197) terá funcionários fantasiados e brincadeiras para os clientes, que podem ganhar um aquário.


 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros