Sala Ulysses Geremia estreia longa francês "Monsieur & Madame Adelman" nesta quinta - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

Cinema07/09/2017 | 10h54Atualizada em 07/09/2017 | 10h54

Sala Ulysses Geremia estreia longa francês "Monsieur & Madame Adelman" nesta quinta

Romance dramático fica em cartaz até o dia 17 de setembro

Sala Ulysses Geremia estreia longa francês "Monsieur & Madame Adelman" nesta quinta Imovision/Divulgação
Foto: Imovision / Divulgação

Há uma brincadeira entre o casal protagonista do longa Monsieur & Madame Adelman que pode resumir bem o clima da obra. Em momentos distintos da história, o homem e a mulher brincam de cabra cega, enquanto um está vendado, o outro dá as coordenadas do caminho. E estar apaixonado não é exatamente isso? Uma espécie de mergulho no escuro para dentro do olhar do outro? Sem esquecer que, nesse andar cambaleante, vamos também nos modificando e improvisando a melhor atuação num roteiro sempre inesperado. O romance dramático francês, estreia desta quinta na Sala de Cinema Ulysses Geremia, é sobre esse caminho. Mais especificamente, sobre uma rota bem sinuosa percorrida ao longo de 45 anos.

Leia mais:
André Costantin: Pixú
Prove spaghetti de feijão preto com molho de guacamole e camarões
Sociedade por João Pulita


O longa narra a história do casal Sarah (Doria Tillier) e Victor (Nicolas Bedos, também diretor e roteirista), abrangendo início, meio e fim com riqueza de desencontros e desalinhos, mas também de suspiros e sutilezas. O roteiro dividido em capítulos – com prólogo super importante, aliás – faz referência direta à literatura, um terceiro elemento imprescindível no relacionamento de Sarah e Victor. Ele é escritor e ela uma pesquisadora da área de Letras, sobra ao espectador se deliciar com a história dos dois sendo escrita a muitas mãos, sempre sem espaço para esboços. Mas a divisão em atos também pode render outra interpretação: talvez seja o amor o principal passaporte do homem comum ao universo das narrativas novelescas e até da tragédia.

Há muita sintonia entre a dupla protagonista em cena, possivelmente aguçada pelo fato de Doria Tillier e Nicolas Bedos serem um casal também na vida real. Sarah é quem narra a história para um jornalista interessado em escrever sobre Victor, que se tornou um escritor de sucesso. Esse olhar feminino sobre o relacionamento concede um tom muito atual ao longa – atente para o potencial feminista (viva!) da cena na qual Sarah é apresenta à família conservadora de Victor. Aos poucos, o espectador vai percebendo a evolução da personagem por meio de diferentes nuances, muito bem entoadas pela atriz. Longe de ser uma heroína clássica do cinema, Sarah é quem mais traz humanidade à história, vivendo entre o normal e o absurdo cotidiano de todos nós.

Se você curte um romance água com açúcar, talvez Monsieur & Madame Adelman desagrade pela potente carga de vida real inclusa (questionamentos morais estão bem presentes). Aqui, a história a dois é como um livro sendo escrito em co-criação por autores guiados por um instrumento completamente caótico chamado coração.

Programe-se
:: O que: romance francês Monsieur & Madame Adelman.
:: Onde: Sala de Cinema Ulysess Geremia (Luiz Antunes, 316).
:: Quando: estreia nesta quinta e fica e cartaz até o dia 17, com sessões de quinta a domingo, às 19h30min.
:: Quanto: R$ 10 e R$ 5 (estudantes, idosos e servidores municipais).
:: Duração: 120min.z Classificação: 16 anos.

Veja o trailer


 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros