Rafael Iotti lança hoje o primeiro livro de poemas, "Mas é possível que haja outros" - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

Literatura07/07/2017 | 10h00Atualizada em 07/07/2017 | 10h21

Rafael Iotti lança hoje o primeiro livro de poemas, "Mas é possível que haja outros"

Dividida em três segmentos, a obra traz a produção do autor desde 2010

Rafael Iotti lança hoje o primeiro livro de poemas, "Mas é possível que haja outros" Marcelo Casagrande/Agencia RBS
"A minha matéria de arte poética é a contemplação", afirma o jovem autor Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

Rafael Iotti pensava que pudesse existir uma literatura isenta da vida pessoal. Mudou de opinião quando, em um de seus estudos, leu uma declaração do escritor francês Gustave Flaubert (1821-1880), que afirmava ser ele mesmo Madame Bovary, personagem de seu célebre livro lançado em 1857. A partir daquele momento, chegou à conclusão de que "toda literatura, toda arte é autobiográfica". E é com essa convicção que o escritor lança nesta sexta-feira, em Caxias do Sul, seu primeiro livro de poesias, Mas é possível que haja outros.

— Todo poema que escrevo é uma forma de elegia, como se fosse um poema não só aos mortos, mas eu lido muito com o passageiro do cotidiano, as coisas mais sensíveis que podem escapar primeiramente ao olhar. A minha matéria de arte poética é a contemplação — afirma o autor de 24 anos, que é filho do cartunista Carlos Henrique Iotti.

Dividida em três segmentos, a obra traz a produção de Iotti desde 2010, quando ele começou a escrever de forma mais sistemática. Na primeira parte, Poemas Infantis, traz poesias relacionadas à visão do escritor sobre sua infância. Poemas Frágeis reúne textos com um viés mais esperançoso, embora ingênuo, sob a ótica de que o amor é o que deve prevalecer. Uma visão mais otimista, mesmo que alguns poemas sejam um tanto tristes. A última parte, Poemas Insensíveis, tende a temas escatológicos.

A verdade é que Iotti transborda sentimentos. E é nos altos e baixos da vida, entre sonhos, alegrias, tristezas e decepções, onde ele busca inspiração para transformar sensibilidade em palavras.

— Eu conheço escritores que escrevem bem em tempos felizes, conseguem ter uma rotina. Não lembro quem falou que "a felicidade nunca escreveu um poema que preste". Aí eu falei: "bah, isso aí sou eu, eu sou assim". As coisas que me comovem é quando eu releio e penso: "bah, isso aí eu tava na capa da gaita, no último estágio da fossa". E isso pra mim parece que tem mais força. A tristeza é um excelente elo de produção — reflete.

Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

A capa, uma foto do amigo e fotógrafo Vicente Carcuchinski é outro "detalhe" que chama a atenção e diz muito sobre o escritor:

— Na minha infância inteira andei sempre de pé no chão. Ainda hoje adoro andar de pé no chão. E tem sempre uma rebeldia de que tu não podes subir nas coisas com os pés sujos e aqui a pessoa está na cama com os pés sujos. Eu gosto muito dessa foto.

Ele já pensa nos trabalhos seguintes. A ideia é lançar outros dois livros de poesias, fechando uma trilogia de poemas. Embora ainda não haja nem previsão de lançamento, as obras seguintes já têm até nome: Outros e Ninguém. Iotti também está escrevendo um romance ambientado em Caxias do Sul. Com o título de Cerração, a história tem como personagem principal um homem que volta à cidade depois de anos morando fora e começa a se lembrar de como era a vida no passado, com uma reflexão crítica à cidade do presente e do passado.

Agende-se
:: O que:
lançamento do livro Mas é preciso que haja outros (7Letras, 80págs), de Rafael Iotti.
:: Quando: sexta (7), às 19h.
:: Onde: Do Arco da Velha ( Rua Dr. Montaury, 1.570, Centro, Caxias do Sul).
:: Quanto: entrada franca. O livro será vendido por R$ 35.

 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comO que deputados de fora e eleitos com votos daqui fazem por Caxias https://t.co/i6ZdFjjmLc #pioneirohá 50 minutosRetweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comEscola de São Marcos é exemplo em qualidade de ensino para educação no Estado https://t.co/VEvz8z482V #pioneirohá 55 minutosRetweet

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros