Festival de Cinema de Gramado divulga lista de longas e curtas para a disputa de 2017 - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

Por um Kikito11/07/2017 | 11h14Atualizada em 11/07/2017 | 11h52

Festival de Cinema de Gramado divulga lista de longas e curtas para a disputa de 2017

Evento está na 45ª edição e será realizado entre os dias 17 e 26 de agosto

Festival de Cinema de Gramado divulga lista de longas e curtas para a disputa de 2017 Dani Vilar/PressPhoto
Foto: Dani Vilar / PressPhoto

Os filmes que estarão na 45ª edição do Festival de Cinema de Gramado foram divulgados na manhã desta terça-feira (11). O evento serrano será realizado entre os dias 17 e 26 de agosto, com atividades no Palácio dos Festivais e também em diversos pontos da cidade a fim de comemorar seus 45 anos.

A argentina Eva Piwowarski e os brasileiros Marcos Santuario e Rubens Ewald Filho foram os responsáveis pela seleção das mostras competitivas de longas-metragens brasileiros e estrangeiros. A exemplo de Cannes, o evento contará com um filme produzido pela Netflix na disputa: O Matador, de Marcelo Galvão.

Leia mais
Festival de Cinema de Gramado confirma trio de curadores
Otto Guerra é homenageado do 45º Festival de Cinema de Gramado
Festival de Cinema de Gramado divulga os curtas-metragens selecionados para a mostra

Confira a lista:

LONGAS-METRAGENS BRASILEIROS

- A Fera na Selva (RJ), de Paulo Betti, Eliane Giardini e Lauro Escorel
- As Duas Irenes (SP), de Fábio Meira
- Bio (RS), de Carlos Gerbase
- Como Nossos Pais (SP), de Laís Bodanzky
- O Matador (PE), de Marcelo Galvão
- Não Devore Meu Coração! (RJ), de Felipe Bragança
- Pela Janela (Brasil/Argentina), de Caroline Leone

LONGAS-METRAGENS ESTRANGEIROS

- Los Niños (Chile/Colômbia/Holanda/França), de Maite Alberdi
- Pinamar (Argentina), de Federico Godfrid
- El Sereno (Uruguai), de Oscar Estévez & Joaquín Mauad
- Sinfonía para Ana (Argentina), de Virna Molina e Ernesto Ardito
- El Sonido de las Cosas (Costa Rica), de Ariel Escalante
- La Ultima Tarde (Peru), de Joel Calero
- X500 (Colômbia/Canadá/México), de Juan Andrés Arango

CURTAS-METRAGENS BRASILEIROS

- #feique (RJ), de Alexandre Mandarino
- A Gis (SP), de Thiago Carvalhaes
- Cabelo Bom (RJ), de Swahili Vidal
- Caminho dos Gigantes (SP), de Alois Di Leo
- Mãe dos Monstros (RS), de Julia Zanin de Paula
- Médico de Monstro (SP), de Gustavo Teixeira
- O Espírito do Bosque (SP), de Carla Saavedra Brychcy
- O Quebra-cabeça de Sara (RJ), de Allan Ribeiro
- O Violeiro Fantasma (GO), de Wesley Rodrigues
- Objeto/Sujeito (SP), de Bruno Autran
- Postergados (SP), de Carolina Markowicz
- Sal (SP), de Diego Freitas
- Tailor (RJ), de Calí dos Anjos
- Telentrega (RS), de Roberto Burd

CURTAS-METRAGENS GAÚCHOS (Prêmio Assembleia Legislativa)

- 10 Segundos (Canoas), de Thiago Massimino
- 1947 (Porto Alegre), de Giordano Gio
- Através de Ti (Santa Cruz do Sul), de Diego Tafarel
- Bicha Camelô (Pelotas), de Wagner Previtali
- Cores de Bissau (Porto Alegre), de Maurício Canterle
- Gestos (Porto Alegre), de Alberto Goldim e Júlia Cazarré
- Kátharsis (Caxias do Sul), de Mirela Kruel
- Luna 13 (Porto Alegre), de Filipe Barros
- Mãe dos Monstros (Porto Alegre), de Julia Zanin de Paula
- Secundas (Porto Alegre), de Cacá Nazario
- Sena, Os Fios em Prosa (Porto Alegre), de Marcelo da Rosa Costa e Cacá Sena
- Sob Águas Claras e Inocentes (Porto Alegre), de Emiliano Cunha
- Solito (Porto Alegre), de Eduardo Reis
- Telentrega (Porto Alegre), de Roberto Burd

O filme hors-concours e que fará a abertura desta edição será João, o Maestro, previsto para ser exibido no dia 18 de agosto. Estrelado por Alexandre Nero, o longa é baseado na vida do pianista brasileiro João Carlos Martins e conta com nomes como Rodrigo Pandolfo, Alinne Moraes e Caco Ciocler no elenco.

Entre os homenageados da 45ª da edição do festival está a atriz Dira Paes. Com 33 anos de carreira e mais de 40 filmes no currículo, ela receberá o troféu Oscarito, destinado a grandes atores da cinematografia brasileira. 

O cineasta gaúcho Otto Guerra será homenageado com o troféu Eduardo Abelin – distinção entregue a cineastas e entidades do cinema nacional. Há mais de quatro décadas produzindo cinema de animação no Brasil e com longa trajetória em Gramado, Otto esteve pela primeira vez no festival em 1984, com a produção O Natal do Burrinho, que lhe rendeu o prêmio de melhor filme na Mostra Gaúcha de Curtas. Desde então, o cineasta teve seus trabalhos premiados em outras seis edições do evento – sendo a mais recente em 2013, com o longa-metragem Até que a Sbórnia nos Separe, vencedor dos prêmios de melhor filme pelo júri popular e direção de arte. 

O troféu Kikito de Cristal, que é dedicado a expoentes do cinema latino-americano, será entregue à atriz argentina Soledad Villamil. Atuando no cinema, teatro e TV, ela esteve presente em O Segredo dos Seus Olhos, vencedor do Oscar de filme estrangeiro.

Por fim, o ator baiano Antônio Pitanga receberá o Troféu Cidade de Gramado. Com mais de 50 produções em sua trajetória, Pitanga é presença constante no festival – seja como concorrente, convidado ou espectador. Ele terá sua carreira com o prêmio, que também marca sua relação com Gramado e o festival.



 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comSindicatos de Caxias do Sul reagem à retirada do imposto sindical obrigatório https://t.co/mZoyHzbywl #pioneirohá 6 horas Retweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comPrefeitura contrata mais três médicos para o Postão 24h, em Caxias https://t.co/SM8d2sIXZh #pioneirohá 8 horas Retweet

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros