Escola de Bento homenageia Vinicius de Moraes e conquista filha caçula do poeta - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

Teatro18/07/2017 | 16h20Atualizada em 18/07/2017 | 16h20

Escola de Bento homenageia Vinicius de Moraes e conquista filha caçula do poeta

Festival cultural da Escola Alfredo Aveline teve direito a homenagem de Maria de Moraes, que também presenteou instituição com obra completa do autor

Escola de Bento homenageia Vinicius de Moraes e conquista filha caçula do poeta Eliana Passarin/Divulgação
Além de interpretar, alunos se envolveram na escolha e confecção dos figurinos e dos cenários Foto: Eliana Passarin / Divulgação

Há três anos, a Escola Municipal Alfredo Aveline, de Bento Gonçalves, encontrou uma forma bastante ousada de incutir nos alunos o gosto pela leitura. A cada ano, as turmas do turno da manhã, do 6º fundamental ao 3º médio, preparam peças teatrais para homenagear um autor consagrado. Em 2015, foi Monteiro Lobato. Em 2016, William Shakespeare. Este ano, o tributo a Vinicius de Moraes fez a comunidade da escola no bairro Borgo ir mais longe, conquistando o carinho da filha caçula do ¿poetinha¿, Maria Moraes.

Intitulado Vinicius e Eles, o espetáculo foi apresentado na Casa das Artes no último dia 1º. As peças retrataram as principais obras teatrais do autor, como Orfeu da Conceição e Procura-se Uma Rosa, e canções emblemáticas como Aquarela, Tarde em Itapuã e Garota de Ipanema, devidamente coreografadas. As esquetes também trouxeram à tona o trabalho de Vinicius como diplomata e o intenso amor pelas mulheres. Desde os primeiros ensaios, o trabalho foi acompanhado via WhatsApp por Maria Moraes, que gravou um vídeo em agradecimento e presenteou a escola com a obra completa do pai, que faleceu quando ela tinha 10 anos, em 1980.

– Foi um grande sucesso, com muito envolvimento dos alunos desde montagem do cenário e escolha dos figurinos, culminando no espetáculo com a Casa das Artes lotada. A filha dele ficou tão feliz com o resultado que nos convidou a ir ao Rio de Janeiro conhecer a fundação que cuida do legado do Vinicius (a VM Cultural) e devemos ir em novembro, com professores envolvidos no projeto, e pelo menos um ou dois alunos – conta a diretora, Marinês Tumelero.

Incentivados por instituições de Bento que se dispuseram a custear o aluguel de som – principal gasto para apresentar o espetáculo – novas apresentações devem ocorrer em agosto, na Casa das Artes, e na Feira do Livro de Bento, entre outubro e novembro.

 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros