3por4: Banda A Elétrika Tribo faz show em Bento depois de 18 anos fora dos palcos - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

Música13/07/2017 | 11h30Atualizada em 13/07/2017 | 11h30

3por4: Banda A Elétrika Tribo faz show em Bento depois de 18 anos fora dos palcos

Apresentação na Rua Coberta faz parte de programação especial do Dia do Rock

3por4: Banda A Elétrika Tribo faz show em Bento depois de 18 anos fora dos palcos Wagner Meneguzzi/Divulgação
Elétrika Tribo retorna de hiato de mais de 18 anos Foto: Wagner Meneguzzi / Divulgação

A programação do Dia Internacional do Rock em Bento terá ponto alto no sábado e domingo, quando diversos shows ocupam o palco da Rua Coberta. Uma dessas apresentações promete ser mais especial pois marca o retorno da banda A Elétrika Tribo depois de um hiato de 18 anos. O grupo nasceu na cidade em 1988 e marcou época com um trabalho autoral de blues rock cantado em português. A Elétrika Tribo gravou três discos, o primeiro deles foi lançado em LP, em 1990, sob o antigo nome de A Tribo.

- Acredito que esse tenha sido o primeiro LP de rock da Serra, sei que aqui na região de Bento, Garibaldi, foi o primeiro. Era uma época muito diferente, nós fizemos uma espécie de financiamento coletivo para pagar o disco, mas esse termo nem existia, nós chamávamos de "bônus da Tribo", era tipo uma rifa que vendemos para pagar o disco. Entregamos ele pronto um ano depois - lembra o baterista, principal letrista e fundador d'A Elétrika Tribo, Ernani Cousandier, 50 anos.

Depois disso, vieram ainda os CDs A Elétrika Tribo, de 1994, e Tupi or not Tupi, de 1997. Todos os trabalhos foram lançados de forma independente e com composições próprias. Durante a década de 1990, a banda movimentou a cena fazendo muitos shows pelo sul do Brasil e, inclusive, subindo o mapa.
- Não tivemos canções de grande sucesso, mas fizemos bastante barulho dentro do meio alternativo. Em 1993, tocamos no Circo Voador do Rio, participando do Festival Nacional de Blues, ao lado de expoentes como o Buddy Guy - orgulha-se o o músico, que também levou o grupo à MTV no mesmo ano.

Leia Mais:
Espetáculo "Bukowski - Histórias da Vida Subterrânea" é opção nesta quinta-feira, em Caxias
3por4: Garibaldi servirá de locação para nova novela da Globo

Ernani conta que a "imposição do cover" foi a principal responsável pelo fim da banda, já que A Elétrika Tribo sempre quis investir em canções autorais. Recentemente, os integrantes foram convidados a reunir a "tribo" por conta das gravações de um documentário que investiga o surgimento da música autoral em Bento Gonçalves. Depois dessa reaproximação, surgiu o convite para uma apresentação na programação do Dia do Rock na cidade. O show será às 17h deste domingo, na Rua Coberta. Evandro se apresenta ao lado de Jair Rosa (baixo) e Evandro Demari (guitarra). No repertório, um recorte daquelas canções que fizeram a banda ser seguida por muita gente em cada apresentação pelos bares da região.

- A gente costuma viver dos estilhaços do que acontece nos grandes centros, mas acho que A Elétrika Tribo conseguiu mostrar algo com a nossa digital, com personalidade - comenta Ernani.

Confira a programação de shows na Rua Coberta (Rua Dr. Rolando Gudde, 11-187):

Sábado
14h: Palco Aberto
15h: Verun 
16h: Antro
17h: Don Camaleone
18h: Púrpura
19h: The Bentles

Domingo
14h: Palco Aberto
15h: Black at Blues
16h: Edzul
17h: A Elétrika Tribo
18h:Blackbirds
19h: Thanks to Queen

 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comEspecialista em liderança no esporte, master coach Luciano Elias elogia Tite e Renato Portaluppi https://t.co/NzP5rNvXwY #pioneirohá 4 horas Retweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comSindiserv marca assembleia com profissionais do SUS para tentar resolver impasse https://t.co/AsXe6q6CFe #pioneirohá 6 horas Retweet

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros