Natalia Borges Polesso é a patrona da 33ª Feira do Livro de Caxias do Sul - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

Literatura17/05/2017 | 15h30Atualizada em 18/05/2017 | 07h50

Natalia Borges Polesso é a patrona da 33ª Feira do Livro de Caxias do Sul

Diversas premiações literárias conquistadas em 2016 pesaram na escolha

Natalia Borges Polesso é a patrona da 33ª Feira do Livro de Caxias do Sul Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Um troféu Açorianos, dois Jabutis e um Ages de livro do ano se somaram ano passado a outro Açorianos recebido em 2013 Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS
Maristela Scheuer Deves
Maristela Scheuer Deves

maristela.deves@pioneiro.com

Pelo segundo ano consecutivo, a Feira do Livro de Caxias do Sul terá uma mulher como patrona: a premiada escritora Natalia Borges Polesso, 35 anos. O nome foi anunciado na tarde desta quarta-feira pela comissão organizadora, poucos dias depois de a também colunista do Pioneiro — ela escreve às terças-feiras no caderno Sete Dias — figurar na lista Bogota39, que elencou os 39 melhores escritores jovens (abaixo de 40 anos) da América Latina.

— Estou muito contente, tenho certeza de que a gente vai fazer um trabalho muito legal e que a Feira do Livro vai ser maravilhosa — declarou Natalia, acrescentando que não esperava o convite para o patronato tão cedo.

Os últimos tempos, aliás, têm sido de muitas conquistas para essa escritora nascida em Bento Gonçalves e radicada em Caxias do Sul. No ano passado, abocanhou dois troféus Jabutis, um Açorianos e um Ages, todos pelo livro de contos Amora. Na época do Jabuti, em novembro, jornais do centro do país destacaram, curiosos, "a desconhecida que desbancou Verissimo e Rubem Fonseca", autores que disputavam com ela o troféu em Contos e Crônicas.

Leia também:
Feira do Livro de Caxias volta para a Praça Dante Alighieri em 2017
Feira do Livro de Caxias negocia vinda de Ziraldo e Valter Hugo Mãe
Natalia Borges Polesso: a importância da literatura
Natalia Borges Polesso: temperatura

Embora ainda jovem, a agora patrona vem construindo sua carreira aos poucos. Em meados de 2013, lançou seu primeiro livro, Recortes para Álbum de Fotografia Sem Gente, também de contos. Embora ela própria considere essa primeira obra um tanto quanto crua, a estreia já dava mostras do talento de Natalia, tanto que rendeu à escritora seu primeiro troféu Açorianos. Depois vieram um livro de poemas, Coração na Corda, e o multipremiado Amora. Agora, Natalia ensaia os primeiros passos na sua carreira fora do Brasil, com a publicação em espanhol de Amora — o lançamento na Argentina está previsto para junho. 

Paralelamente à escrita, Natalia investiu na formação teórica e é doutora em Teoria da Literatura pela PUCRS. Atua ainda como tradutora e professora de inglês, e tem sido muito requisitada para oficinas literárias.

O patronato não é a única emoção da semana para Natalia: na sexta, ela se casa com a namorada, Daniela Cavalcante. E observa que vem bem a propósito seu nome ter sido escolhido para a Feira justamente nesta quarta, em que se comemora o Dia Mundial de Combate à LGBTfobia.

A 33ª Feira do Livro de Caxias do Sul ocorre de 29 de setembro a 15 de outubro, na Praça Dante Alighieri, com parte das atividades descentralizadas — a patrona, aliás, foi uma das lideranças, ano passado, do movimento de escritores que pediam o retorno da programação (que havia sido transferida para a Praça das Feiras) ao centro da cidade.

Maria Nair é a "Amiga do Livro"

A comissão organizadora escolheu também a homenageada desta edição, que a partir de agora passa a ostentar o título de Amiga do Livro: a bibliotecária Maria Nair Sodré Monteiro da Cruz, 62 anos.

Natural do Recife (PE), ela mudou-se para Caxias do Sul em 1988, quando começou a trabalhar como bibliotecária na UCS. Em 1992, ingressou no serviço público municipal, e desde 1997 atua na Biblioteca Municipal Dr. Demetrio Niederauer.

Bibliotecária há quase 30 anos e há 20 na Biblioteca Municipal, Maria Nair será a homenageada da Feira do Livro Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

— Estou emocionada com a homenagem. Nunca esperei isso, tudo o que eu faço é porque eu acredito, porque eu gosto — afirmou à reportagem.

Além da atuação na biblioteca, Maria Nair também elabora fichas catalográficas de livros, colaborando com autores e editoras.

Ex-patronos

Confira os patronos das últimas edições da Feira do Livro de Caxias do Sul:
2016 - Lisana Bertussi
2015 - Uili Bergamin
2014 - Frei Jaime Bettega
2013 - Carlos Henrique Iotti
2012 - Gilmar Marcílio
2011 - Marco de Menezes
2010 - Marcos Fernando Kirst
2009 - Maria Helena Balen
2008 - Eduardo Dall'Alba
2007 - Paulo Ribeiro
2006 - Dr. Flávio Loureiro Chaves
2005 - Cleodes Piazza Júlio Ribeiro
2004 - Armindo Trevisan
2003 - Carlos Urbim
2002 - Jayme Paviani
2001 - Luiz Antônio de Assis Brasil
2000 - Gerd Bornheim

 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comEstacionamento na Avenida Rio Branco volta a operar em Caxias https://t.co/s6RxA2Xnx1 #pioneirohá 51 minutosRetweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comEntrega de apartamentos do loteamento Rota Nova, em Caxias, ocorrerá em etapas https://t.co/fY0Os4pScY #pioneirohá 1 horaRetweet

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros