Viviane Luchese autografa sexta "Versos Inominados", em Caxias - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

Literatura04/04/2017 | 08h00Atualizada em 04/04/2017 | 08h00

Viviane Luchese autografa sexta "Versos Inominados", em Caxias

Obra é o primeiro livro da poetisa, advogada e professora de filosofia

Viviane Luchese autografa sexta "Versos Inominados", em Caxias Diogo Sallaberry/Agencia RBS
Para não limitar as interpretações de quem lê, Viviane prefere não colocar títulos em seus poemas Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS
Maristela Scheuer Deves
Maristela Scheuer Deves

maristela.deves@pioneiro.com

Os versos sempre fizeram parte da vida de Viviane Luchese, 35 anos. Quando criança, gostava de passar horas no sótão da casa da família, na pequena Lagoa Bonita do Sul, lendo as enciclopédias e dicionários da mãe. Dali, tirava palavras e expressões para rabiscar poesias. Aos nove anos, um poema seu — cujo título ela não lembra mais — apareceu em um jornal da cidade. De lá para cá, os poemas se multiplicaram, deixaram de ter títulos, povoaram blogs e agora estreiam também em livro, Versos Inominados (Quatrilho, 96págs., R$ 24,90), que ela autografa na sexta-feira, em Caxias do Sul.

— Não consigo dar nome às minhas poesias. Quando se coloca um nome, se limita muito, quem lê já lê com um direcionamento. E a poesia tem essa característica de permitir várias interpretações — diz Viviane.

Leia também:
3por4: Último show do bar Porão do Kaos tem data marcada
Caxiense que já experimentou 999 cervejas fabrica a milésima para brindar com os parceiros de copo 
Dormir bem: essencial


Radicada há seis anos em Caxias, a advogada, mestranda em Filosofia e também professora de filosofia e sociologia inspirou-se nas fases da lua para formatar a obra: como o satélite, os versos inominados mostram diferentes emoções pelas quais se passa, nas diferentes fases de nossos relacionamentos (não apenas amorosos, destaca).

E embora escreva "desde sempre", foi justamente um relacionamento que fez a poesia retornar com força à sua vida, em meados dos anos 2000. Na época, começou a escrever um blog, o Desabafos, no qual exprimia suas emoções em versos — e foi também o que a ajudou quando perdeu a pessoa querida. Numa nova fase, já em Caxias, surgiu o blog Versos Inominados, numa referência à falta de título dos textos e cuja denominação acabou migrando para o papel. As poesias do livro são dessa segunda fase, escritas entre 2012 e início de 2016.

Viviane confessa que escreve poesia como uma espécie de catarse: a partir de uma palavra, uma expressão ou emoção, surge o poema, que ela passa de uma só vez para o papel — e esquece. Tanto que, no processo de seleção do material para o livro, revisitou as sensações que permearam a escrita de muitas delas (algumas boas, outras angustiantes). Em certos casos, porém, ela própria se surpreendia com o escrito, sem lembrar qual sentimento o havia gerado.

Entre os 61 poemas de Versos Inominados, alguns nasceram como letra de música — a ideia é que pelo menos uma delas seja apresentada no lançamento, que terá a participação de Ricardo Biga, do Ária Trio. E o livro se encerra justamente com o poema sem nome que paradoxalmente dá nome à obra: "Permanece inominado o verso
Sem que macule publicamente o sentir
Pois, tresontonte tu não eras tu
E se, ao alvorecer, ainda tu te serás
Cabe a ti, a mim, mas ainda mais ao porvir
".

O livro foi editado com financiamento do Financiarte.

Agende-se
O que:
lançamento do livro Versos Inominados, de Viviane Luchese
Quando: sexta, dia 7, às 18hOnde: na Do Arco da Velha Livraria e Café (Rua Dr. Montaury, 1.570), em Caxias do Sul
O livro: Quatrilho Editorial, 96págs., R$ 24,90

 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comAtenção de colegas e professores em caso do jogo Baleia Azul, em Farroupilha, ajudou a evitar suicídio https://t.co/MXrFOkGMoO #pioneirohá 2 minutosRetweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comPioneiro Esportes https://t.co/PNAQKEyiWi #pioneirohá 27 minutosRetweet

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros