Por que é tão importante as mulheres se unirem contra o assédio sexual - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

 Falando de Sexo09/04/2017 | 20h00Atualizada em 09/04/2017 | 20h00

Por que é tão importante as mulheres se unirem contra o assédio sexual

A campanha "Mexeu com uma, mexeu com todas", de funcionárias da Globo, fez parar para pensar sobre o papel delas, que são protagonistas de suas vidas quando querem. 

Andrea Alves e Lúcia Pesca

falandodesexo@diariogaucho.com.br


Lendo sobre essa campanha da tevê, das mulheres que sofrem assédio no trabalho, resolvi escrever. Sofri durante um tempo isto. Meu chefe, na época, chegou a me ameaçar de colocar na rua. Quando uma colega de trabalho começou a me chamar a atenção e me incentivar a ir no RH, foi que o pesadelo acabou. Ela realmente me salvou.

Fala-se muito de assédio sexual do chefe com sua subordinada. Mas, de acordo com especialistas, pode acontecer em qualquer tipo de relação profissional.

O assédio sexual nada mais é do que uma pessoa constrangendo alguém com o intuito de obter um favorecimento sexual. A campanha "Mexeu com uma, mexeu com todas", de funcionárias da Globo, fez parar para pensar sobre o papel das mulheres, que são protagonistas de suas vidas quando querem.

Tire 5 dúvidas sobre assédio no ambiente de trabalho

Esta força é fundamental para que nós tenhamos coragem de abrir a boca, de denunciar e para que as corporações não tenham medo de acolher as denúncias. Se é preciso escândalo, que tenha.Somos muitas e somos fortes.

Não estamos mais sozinhas nesta. Que a campanha sirva de lição para todas vocês que presenciam colegas sendo assediadas.

Que deixem de abafar o que deve ser denunciado agora. Isto não é brincadeira!

E temos que respeitar nossa intuição quando não gostamos de um papinho bobo para o nosso lado, ou ao ver uma colega sendo intimidada. Tudo isto configura assédio, é machismo e violência das mais pesadas.

Aliás, não só deve como pode ser combatido. Este combate se faz em grupo.  Por isso, meninas, que nós sejamos nosso próprio exército nesta luta.

Leia outras colunas do Falando de Sexo

Dúvidas e sugestões, escreva para falandodesexo@diariogaucho.com.br

 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comVila Oliva, em Caxias do Sul, tenta retomar a rotina após temporal https://t.co/nhMXhIAKEo #pioneirohá 27 minutosRetweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comDuas crianças permanecem internadas após acidente de trânsito em Farroupilha https://t.co/ry40ZqFlDk #pioneirohá 47 minutosRetweet

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros