Nivaldo Pereira: Vênus no espelho - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

Opinião28/04/2017 | 15h00Atualizada em 28/04/2017 | 15h14

Nivaldo Pereira: Vênus no espelho

Sim, Vênus é charme, moda, perfume, luxo e dinheiro para gastar. Mas, antes de tudo, é o contentamento com o que se é

Nivaldo Pereira: Vênus no espelho Charles Segat/
Foto: Charles Segat
Nivaldo Pereira
Nivaldo Pereira

nivaldope@uol.com.br

Na passagem do Sol por Touro, seu regente, o planeta Vênus, fica evidente. É hora da simbologia da mitológica deusa do amor e da beleza, senhora do conforto e dos prazeres. Vênus representa tudo o que nos valoriza e traz satisfação. Enquanto regente de Libra, sugere a nossa valorização a partir da relação com os outros, pois Libra é um signo do elemento ar, relacional. Já na regência de Touro, signo de terra, individual, o corpo e suas necessidades é que são a medida do bem-estar. Há cinco sentidos que expressam as ¿vontades¿ corpóreas. Porque corpo feliz faz a alma feliz, e vice-versa. Pena que perdemos o equilíbrio dessa equação.

Leia mais
Tríssia Ordovás Sartori: verdades nem sempre saborosas
Por que sua mãe merece um dia de rainha? Participe e a surpreenda
Você precisa conhecer os vinhos produzidos nos Campos de Cima da Serra
Iotti: aventuras ao passar pela imigração nos aeroportos norte-americanos

A repressão ao corpo e aos prazeres ditos mundanos foi uma consequência nefasta da nossa tradição religiosa. Antes disso, em culturas antigas, era comum haver uma divindade, quase sempre feminina, voltada a temas sensoriais como beleza, prazer e sexo. Afrodite, para os gregos, e Vênus, para os romanos, eram personificações do princípio vital da satisfação física – o gosto do viver!

Com a chegada do cristianismo e a supervalorização dos assuntos transcendentes do espírito, o corpo foi negado e até demonizado. Reprimir os prazeres da carne com penas capitais gerou culpas e neuroses. Representantes legítimas do feminino venusiano, as mulheres foram as mais prejudicadas. Aos homens foi negado inclusive o saudável toque físico. Frieza afetiva virou regra da moral. Em nosso tempo, a sociedade de consumo trouxe de volta a homens e mulheres os apelos estéticos e físicos, mas reduzidos a produtos de mercado, cuja posse reverteria em maior valor pessoal.

Só que a histeria do corpo perfeito e a indústria da beleza mais parecem o extremo oposto de séculos de repressão do que a autêntica expressão do bem-estar de Vênus. Sim, Vênus é charme, moda, perfume, luxo e dinheiro para gastar. Mas, antes de tudo, é o contentamento com o que se é. Mais cosméticos, mais grana e mais posses ainda não parecem indicar uma relação saudável com a Vênus interior.

Vinde, ó equilíbrio!


 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comCaxienses fazem bonito no início do Rally dos Sertões https://t.co/8ZN0Njwd6N #pioneirohá 10 horas Retweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comFarrapos vence e segue na briga pela liderança do Super 8 https://t.co/qZubLVnMdv #pioneirohá 10 horas Retweet

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros