Miss Plus Size nacional irradia autoestima e fala sobre amar o corpo - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

O problema é dos outros31/03/2017 | 16h00Atualizada em 31/03/2017 | 16h00

Miss Plus Size nacional irradia autoestima e fala sobre amar o corpo

Scheila Dorneles, 33 anos, esteve em Caxias do Sul e falou sobre a sua trajetória até receber a faixa, no Rio de Janeiro, em março do ano passado

Miss Plus Size nacional irradia autoestima e fala sobre amar o corpo Diogo Sallaberry/Agencia RBS
Scheila Dorneles esteve em Caxias do Sul e conversou com o Almanaque Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS

"Não é o corpo que te define, é a atitude." Scheila Dorneles repete a frase como um mantra. Pesando 95 quilos, distribuídos em 1m73cm de altura, 112cm de busto, 89cm de cintura, 120cm de quadril e manequim 46, a atual miss plus size nacional irradia autoestima. Aos 33 anos, a gaúcha de Bom Retiro do Sul foi coroada em novembro para representar quem não se encaixa nos padrões definidos pelo universo fashion, cuja principal referência de corpo "perfeito" é a também gaúcha Gisele Bündchen e seus 1m79cm de altura, 86cm de busto, 59cm de cintura, 87cm de quadril e manequim 36. No caminho até receber a faixa, no Rio de Janeiro, disputou a etapa gaúcha, em março do ano passado. A ideia de se candidatar, conta, surgiu quando procurava looks plus size na internet e deu de cara com um link para o concurso. Muito antes disso, Scheila já tinha enfrentado seu primeiro certame de beleza.

— Sempre fui gordinha, desde criança. Em 1998 eu tinha 14 anos e participei de uma feira na minha cidade natal e, mesmo não me enquadrando nos padrões das outras meninas, fiquei em segundo lugar. Mostrei que a gente tem que se amar, se aceitar. Quando tu consegues mostrar para as pessoas que tu és bonita, independentemente do teu manequim, elas começam a enxergar isso também afirma.

Leia mais
Blogueiras dão dicas para gurias que não querem seguir a tradição nas festas de 15 anos
Mãe Luiza, um século de rezas
Como rótulos de cerveja estimulam os consumidores a comprar determinada marca


Há duas semanas, ela esteve em Caxias para a inauguração de uma loja de roupas plus size e contou ao Almanaque como superou a fase difícil enfrentada depois da gravidez, aos 20 anos, quando engordou 33 quilos em razão de um problema de saúde que desencadeou o sobrepeso:

— Minha autoestima caiu e permaneci assim por alguns anos até me olhar no espelho e dizer: "Onde é que está a Scheila? Preciso me resgatar". O excesso de peso estava afetando a minha saúde. De forma alguma a gente pode fazer apologia à obesidade. A gente tem que fazer apologia ao amor próprio, a se amar, se sentir bem, exatamente o contrário daquelas meninas fashion que às vezes estão com anorexia, bulimia por tentarem se enquadrar num padrão. Aí eu me cuidei, emagreci 20 quilos e continuo gorda. Com 95 quilos, mas com saúde. Recuperei minha autoestima e comecei a olhar modelos plus size e ver que eu também tinha chance.

A principal dica, ensina, é enxergar a própria beleza. Olhar no espelho e perceber que o excesso de peso não é defeito:

— Se conseguires enxergar isso primeiro dentro de ti, tu vais conseguir exteriorizar. Por que tu te achas feio? Porque os outros te acham? Porque os outros acham que deves emagrecer ou porque realmente tu não estás te gostando assim? Se for um problema teu, aí tens que fazer alguma coisa. Se te gostas, mas as pessoas ficam te apontando, o problema é dos outros.

Com a expansão do mercado de roupas para tamanhos grandes, hoje em dia é mais fácil, segundo ela, encontrar peças que caiam bem.

— Mesmo tendo uma divisão entre fashion, comercial e plus, as pessoas têm que se vestir com uma modelagem adequada, e é o que as lojas plus te dão porque a confecção plus é feita para o corpo mais cheinho, para uma mulher que tem mais busto, mais bumbum, mais barriguinha. No momento em que vestes uma confecção feita para teu corpo, passas a te achar muito mais bonita.

"Ser gordo não é ser feio. As pessoas têm que tirar essa relação. Então por que ser magro é um elogio?", diz Scheila Foto: Diogo Sallaberry / Agência RBS


 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comResidência é totalmente consumida em incêndio no interior de Farroupilha https://t.co/MAIwbUtxI3 #pioneirohá 24 minutosRetweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comAgenda: Humberto Gessinger se apresenta neste sábado na Fenakiwi, em Farroupilha https://t.co/OxVsBsuS1X #pioneirohá 1 horaRetweet

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros