Nivaldo Pereira: sob o céu de Sagitário - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

Opinião26/11/2016 | 06h20Atualizada em 26/11/2016 | 06h20

Nivaldo Pereira: sob o céu de Sagitário

É tempo de "fé na vida, fé no homem, fé no que virá"

Nivaldo Pereira: sob o céu de Sagitário Divulgação/
Foto: Divulgação
Nivaldo Pereira
Nivaldo Pereira

nivaldope@uol.com.br

Desde o dia 21, o Sol transita no signo de Sagitário. É tempo de "fé na vida, fé no homem, fé no que virá", como cantava Gonzaguinha. Sagitário é sequência e consequência de Escorpião. Se a experiência escorpiônica nos conduz às profundezas da alma, onde deparamos com a nossa força interior e com eventuais crises de crescimento, Sagitário nos puxa para o alto e para adiante. O céu é o limite!

Na condição de único animal que sabe que vai morrer, o homem precisa dar um significado à própria jornada. Não basta simplesmente viver, mas ter um porquê viver. Senão tudo seria meramente luta pela sobrevivência num nível instintivo. Daí surgem as perguntas existenciais e a busca por respostas. Surgem filosofias e sistemas religiosos para dar sentido aos nossos incertos dias e à morte certa um dia. Precisamos de uma verdade em que acreditar. Lidar com isso é missão sagitariana.

Leia mais
Pesquisadora da UCS integra missão que foi à Antártida para coletar algas usadas em pesquisas sobre câncer
Confira as atividades do final de semana em Caxias e região


Sim, somos animais, mas na dimensão humana podemos ir além. Podemos pensar, imaginar, criar, transcender. Por isso esse signo híbrido é simbolizado por um centauro, figura mitológica metade cavalo, metade homem. E o centauro sagitariano aponta uma flecha para o alto. Sua face humana quer o céu sagrado por alvo. No chão, sua parte cavalo não mira um curral, mas o horizonte infinito. "Buenas e me espalho!", diria o Capitão Rodrigo Cambará, típico sagitariano.

Signo de fogo num mês de mudança de estação, Sagitário é a própria vida em movimento e expansão. É procurar razões para viver. Seja nas necessárias viagens, na alegria de aprender e ensinar, no viver para contar, na sistematização do conhecimento e das leis ou na fé. Também vale expandir-se no prazer de viver os sentidos, com gula e algum excesso. Uma amiga sagitariana costuma dizer: "A vida sem exagero não tem graça!" — enquanto toma outro Engov.

Sagitário diz chega aos controles escorpiônicos. Confia na sorte e cavalga com humor e grandeza. Atira-se com toda confiança na vida, na certeza de que há algo maior que o protege. E quem duvida do poder da fé?

 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comInstrumentista e compositor André Viegas irá lançar DVD nesta terça, em Caxias https://t.co/K1cyy8EXnn #pioneirohá 24 minutosRetweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comEntenda os riscos causados pelo consumo de alimentos com excesso de agrotóxicos https://t.co/4vFhL9qvBE #pioneirohá 53 minutosRetweet

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros