James "Boogaloo" Bolden é uma das atrações do Mississippi Delta Blues Festival, em Caxias - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

Música17/11/2016 | 10h10Atualizada em 17/11/2016 | 14h03

James "Boogaloo" Bolden é uma das atrações do Mississippi Delta Blues Festival, em Caxias

Texano se apresenta no Bottle Tree Stage, dia 25/11, à 0h30min

James "Boogaloo" Bolden é uma das atrações do Mississippi Delta Blues Festival, em Caxias Brett Coomer/Divulgação
Trompetista tocou com B.B. King por mais de 30 anos Foto: Brett Coomer / Divulgação

B.B. King é uma figura onipresente na carreira do trompetista texano James"Boogaloo" Bolden, uma das atrações inéditas do Mississippi Delta BluesFestival 2016. O icônico guitarrista,morto em 2015, não só empregou o músico em sua banda por mais de 30 anos, como também lhe concedeu o apelido pelo qual é conhecido internacionalmente. Boogaloo é uma dança latina, da qual B.B.King lembrava sempre que via a empolgação de seu trompetista em cima do palco.

Leia mais:
Premiado em Cannes, drama francês "Meu Rei" estreia nesta quinta, em Caxias
3por4: Vinhos da Serra estarão no Globo Repórter desta sexta-feira
3por4: Virada Nerd tem atividades neste sábado, em Caxias do Sul


– B.B. me deu esse apelido porque eu não ficava quieto quando tocava – conta James Boogaloo Bolden, 66 anos.

O trompetista tinha menos de 30 anos quando foi chamado por um amigo de adolescência, o também trompetista Calvin Owens, para integrar a banda de B.B. King. Na época, Owens era o líder da banda, lugar que foi assumido por Boogaloo nos anos 1990. É claro que ter passado três décadas dividindo palco com uma das maiores lendas do blues mundial acrescentou muito à bagagem musical do trompetista, entretanto,as memórias mais especiais de Boogaloo com relação ao "chefe" não têm exatamente ligação com o blues.

– Minhas melhores lembranças de B.B. não são sobre algum lugar em que nós tocamos,elas são sobre a nossa família e sobre a forma fraterna com que ele nos tratava e sobre como protegia a banda – elogia o músico.

A experiência sempre produtiva no palco – além de B.B. King, ele também tocou com Duke Ellington Orchestra, Stevie Wonder, The Temptations e The Supremes – despertou em Boogaloo a vontade de experimentar o papel de frontman. Com uma banda própria, o trompetista passou também a cantar e lançoudois discos em carreira solo: Playing to theKing (2007) e No News, 'Jus' The Blues (2013). Com esses trabalhos, Boogaloo pode exercitar seu estilo próprio, com referências que passam por Bobby Blue Bland, Albert King,Little Milton, John Lee Hooker, Etta James, etc.

– Meu estilo é a combinação de blues,R&B, soul music e jazz. É algo que faz você querer se mover ou sair dançando – define o músico.

Assim como grande parte dos artistas de blues, James Boogaloo Bolden deu os primeiros passos musicais dentro da igreja. Descobrir o gênero pelo qual se apaixonaria não foi tarefa difícil, afinal, quando o trompetista era garoto, o blues morava na porta ao lado. Literalmente.

– Lightning Hopkins vivia na casa ao lado da minha e meus pais eram amigos dele – lembra Boogaloo, sobre o lendário guitarrista.

Foi nessa época que Boogaloo descobriu que o trompete também podia ser tão importante quanto uma guitarra na sonoridade do blues. No MDBF, em Caxias do Sul, ele vai mostrar de onde vem essa ligação especial que mantém com o instrumento:

– O trompete é minha conexão com a vida. Me levou ao redor do mundo, onde eu experimentei e aprendi sobre as pessoas, sua cultura e modo de vida. É minha conexão espiritual com Deus e com todas as coisas criadas.

Conheça James "Boogaloo" Bolden


Mais informações sobre o MDBF 2016 AQUI

 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comFórum de Caxias do Sul não funciona durante o Dia da Justiça https://t.co/pKXVPahbDF #pioneirohá 30 minutosRetweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comAmistoso entre Grêmio e Flores da Cunha em 1986 https://t.co/Ki6vamPmJc #pioneirohá 30 minutosRetweet

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros