Nivaldo Pereira: o prisma do amor - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

Opinião08/10/2016 | 06h02Atualizada em 08/10/2016 | 06h02

Nivaldo Pereira: o prisma do amor

Ai, ai, terráqueos! Aprendam com o céu que o amor quer apenas ser o que ele é

Nivaldo Pereira: o prisma do amor Gabriel Renner / Divulgação/Divulgação
Foto: Gabriel Renner / Divulgação / Divulgação
Nivaldo Pereira
Nivaldo Pereira

nivaldope@uol.com.br

Conta a mitologia que a deusa romana Vênus – Afrodite para os gregos – possuía um cinturão mágico que a deixava simplesmente irresistível. Quem não quereria um acessório desses, capaz de enlouquecer de desejo as criaturas? Não é à toa que a etimologia de palavras como afrodisíaco e venérea reporta diretamente a Afrodite e Vênus. No simbolismo astrológico, a posição do planeta Vênus em nosso mapa natal é como o cinturão da deusa: indica o que gostamos e o que atraímos, nosso charme pessoal e nosso arsenal de sedução.

Leia mais
Confira as atrações do final de semana em Caxias e região
Confira o que fazer na Feira do Livro de Caxias neste final de semana
Armindo Trevisan lança livro e palestra na Feira do Livro de Caxias


Vaidosa feito a Oxum africana, Vênus é o espelho do que temos de belo, mas que costumamos enxergar melhor nos outros. Em seu passeio contínuo pelos 12 diferente signos da roda cósmica, Vênus vai irradiando, prismático, distintos padrões de beleza e estética. O lindo para um é medonho para outro e indiferente a outro mais. Gosto não se discute mesmo...

Nessa diversidade de formas de prazer e encanto, o que chamamos de amor vai se desdobrando em diferentes nuances. O amor desapegado e mental de Vênus quando passa em Gêmeos é bem diferente do amor de vínculos e dependências da posição do planeta em Câncer, e por aí vai. Só por esse espectro naturalmente variado, como ousamos padronizar as formas de amor, reduzindo-as aos moldes de uma cultura?

E a coisa se torna ainda mais complexa com os ângulos que o planeta Vênus faz no céu natal com os demais planetas. É como se os outros astros emprestassem seus atributos ao repertório venusiano. E o amor ganha novos temperos. Se o ângulo for com Saturno, o amor será maduro e controlado – não se brinca com amor! Se for com Urano, o amor será livre e irreverente, com forte dose de invenção e até subversão. Se for com Netuno, sofrer pode fazer parte do jogo de um amor de fantasia e redenção. E a gente ainda quer determinar uma ¿normalidade¿ ou ditar convenções para o amor...

Ai, ai, terráqueos! Aprendam com o céu que o amor quer apenas ser o que ele é. Venha ele complexo ou não, apenas ame. Não é uma boa deixar a geniosa deusa Vênus furiosa.

 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comRecreio da Juventude é mais uma vez campeão gaúcho de handebol adulto masculino https://t.co/zDZuJrOX7b #pioneirohá 9 minutosRetweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comFarrapos é hexampeão do Circuito Gaúcho de Rugby Sevens https://t.co/zXMLLEQV5l #pioneirohá 9 minutosRetweet

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros