MV Bill faz show e visita presídio do Apanhador nesta sexta em Caxias - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

Show07/10/2016 | 08h11Atualizada em 07/10/2016 | 08h11

MV Bill faz show e visita presídio do Apanhador nesta sexta em Caxias

Rapper diz que visita a detentos é um dos seus objetivos no hip hop

MV Bill faz show e visita presídio do Apanhador nesta sexta em Caxias Carlo Locatelli/Divulgação
Foto: Carlo Locatelli / Divulgação

Se ritmo e poesia contundente fazem de MV Bill um dos grandes nomes do rap no país, recaem sobre ele muitas funções. Nesta sexta em Caxias o artista tem três atividades. Às 14h, vai ao Presídio do Apanhador se apresentar aos detentos. Às 16h30min, tem sessão de autógrafos na loja Verse. Às 23h, é atração da festa Connection, no Quinta Eventos. Agenda de militante do rap.

— Sempre procuro fazer visitas a lugares, favelas, instituições ou comunidades que sejam consideradas violentas. Conheci vários presídios no Brasil e descobri que em Caxias tem esse trabalho nos presídios usando a linguagem do hip hop para mostrar um caminho possível de educação que pode ir além da apologia às drogas, levando alento — diz, animado.

Para o show, Bill estará acompanha de DJ, sax, contrabaixo e da irmã, Kmila CDD.

 — Tem momentos que tiro a base do DJ e faço um som só acompanhado pelos instrumentos. Além de ser backing vocal, a Kmila atua como um instrumento. A gente tem a formação clássica do rap, mas também acaba mesclando com outros elementos. Poder fazer os dois sem perder a essência é muito bom — explica.

O repertório atualiza os fãs com seus EPS mais recentes, e, claro, tem letras antológicas como Soldado do Morro.

— Não lembro de uma vez que passado pelo Sul e não tenha cantado Soldado do Morro. Com certeza, essa música não faltará. E tem dois EPS que lancei e não tive oportunidade de mostrar em Caxias. Um chamado Contemporâneo, que tem letras mais aprofundadas na questão social, e tem um mais recente, o Estilo Vagabundo, que acabou virando um CD mais romântico, falando sobre um casal — conta.

Romantismo, sim, mas sem perder a urgência em falar sobre as mazelas sociais, na batida de dar novos sentidos à vida.

— O hip hop me mostrou que eu precisava de mais informação, mais educação, para ser alguém no conjunto de uma regra que não me favorecia — reflete.

A Connection tem também show de Manu Natu, que reúne no palco Mano da ZL, Fabio Ferreira, Joninhas, Negão Aruã, DJ Deeley, do Da Guedes e Mko, da Diretoria dos Lokos, e do rapper JL, que lança o seu CD Incólume.

Agende-se

O que: Festa Connection com show de MV Bill

Quando: Nesta sexta, às 23h

Onde: Quinta Eventos

Quanto: Ingressos antecipados a R$ 30 (1º lote) e R$ 40 (demais); Front vip R$ 40 (limitados) à venda na Loja Verse (Julio de Castilhos, 2677) e na Tabacaria Garcia, do Prataviera Shopping. Na hora, R$ 40.

 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.com"Quem fala pela transição não é o vice, é a coordenação-geral", diz prefeito eleito de Caxias do Sul https://t.co/jEpP5ESH1f #pioneirohá 2 horas Retweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comVice-prefeito eleito de Caxias pede desfiliação do PRB https://t.co/s9pmLLKOiy #pioneirohá 4 horas Retweet

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros