Sociedade: quer saber mais sobre o candidato a prefeito Edson Néspolo? - Colunas do João Pulita - Sete Dias: agenda cultural, shows, exposições e mais
 
 

SOCIAL23/10/2020 | 06h10Atualizada em 23/10/2020 | 08h23

Sociedade: quer saber mais sobre o candidato a prefeito Edson Néspolo?

Confira, também, outras fotos da coluna social desta sexta-feira!

Sociedade: quer saber mais sobre o candidato a prefeito Edson Néspolo? Antonio Valiente / Agência RBS/Agência RBS
Foto: Antonio Valiente / Agência RBS / Agência RBS

Quarenta perguntas para Edson Néspolo

O candidato a prefeito de Caxias do Sul pelo PDT, Edson Humberto Néspolo, 56 anos, filho de Vilso Néspolo e Zoleide Mercedes Calcagnotto Néspolo, natural do município de Concórdia, no Estado de Santa Catarina, é o quarto a participar do ciclo de entrevistas realizadas pela coluna com os postulantes ao cargo. Nas próximas edições, sempre de terça e sexta-feira, os 11 candidatos expressarão suas ideias por meio do Questionário Proust, que consiste em uma série de perguntas sobre a personalidade, que ficou famoso após a popularização das respostas do escritor francês Marcel Proust com a publicação de seu álbum de confissões. As respostas foram colhidas simultaneamente e vêm sendo publicadas em ordem alfabética. 

Qual é a sua ideia de felicidade plena? Momentos simples vividos ao lado das pessoas que amo: família e amigos.

Qual é o seu maior medo? A perda das pessoas que eu amo.

Qual é a característica que mais detesta em si mesmo? Impaciência.

Qual é a característica que mais detesta nos outros? Falta de caráter e deslealdade.

Que pessoa viva mais admira? Meu pai. Tenho certeza que minha mãe vai entender, mas eu e o pai somos companheiros de todas as horas. Com 80 anos, o “seu Vilso” me ajuda, me aconselha, é meu parceiro no jogo de cartas, no chimarrão, enfim, é o meu esteio.

Qual é a sua maior extravagância? Comer bem. E, muito.

Qual é o seu estado de espírito mental? Em paz com o que consegui realizar e ansioso pelo que ainda preciso fazer.

Qual considera ser a virtude mais sobrestimada? A capacidade de liderar, de agregar e do diálogo.

Em que ocasiões mente? Naquelas situações corriqueiras, sem repercussões graves, em que você não fala toda a verdade para não magoar a outra pessoa. Como por exemplo, perguntam como estava o bolo e mesmo não gostando você responde: muito bom!

O que menos gosta na sua aparência? Não sou um homem de grandes vaidades, mas ando percebendo que a calvície está chegando e não estou gostando.

Que pessoa viva mais despreza? Todo e qualquer bandido que mata por um tênis, um celular, que explora crianças, que maltrata idosos, que rouba do povo.

Qual a característica que mais aprecia nos homens? Caráter.

Qual a característica que mais aprecia nas mulheres? Caráter.

Que palavras ou frases usa excessivamente? “Nada do que vivemos tem sentido se não tocarmos o coração das pessoas”, de Cora Coralina.

O que ou quem é o maior amor da sua vida? Meus pais.

Onde e quando foi mais feliz? Em todas fases da minha vida. A minha infância no interior; a minha juventude com muito futebol e amigos; com meus alunos e também na vida pública. Não sou feliz o tempo todo, mas na maioria do tempo. Hoje, por exemplo, estou feliz.

Que talento mais gostaria de ter? Ser Músico. Quando jovem tocava violão e depois fui deixando, mas gostaria de saber tocar bem.

Se pudesse mudar uma característica em si, o que seria? Ser mais paciente. Eu sou acelerado, gosto de ver tudo pronto e feito da melhor forma possível e acabo por exigir isso das pessoas que me rodeiam, mas nem todos tem o mesmo ritmo. 

Qual considera ser a sua maior conquista? Não quero parecer arrogante, mas preciso ser sincero. Tenho muito orgulho de ter liderado grandes Festas da Uva de Caxias do Sul. 

Se morresse e voltasse, que pessoa ou coisa seria? Não tenho a pretensão de ser um figurão da história. Voltaria como ser humano mesmo, independente de gênero, etnia, condições físicas, mas com muita vontade de fazer a diferença para as pessoas. 

O que mais valoriza nos seus amigos? A amizade sincera sem interesses. 

Quem são os seus artistas favoritos? Sou muito fã de Elis Regina até hoje. Ainda na música gosto muito de Fagner (neste momento minhas irmãs devem estar rindo da minha cara, mas tudo bem), Bruno e Marrone. Fernanda Montenegro, Lima Duarte, Morgan Freeman e Julia Roberts são incríveis.

Quem é o seu herói da ficção? Robin Hood. 

Com que figura histórica mais se identifica? Nelson Mandela. Uma pessoa simples, do povo e que se tornou uma referência tão forte a ponto de fazer uma revolução na base do diálogo. 

Quem são os seus heróis da vida real? Não sei se são heróis mas referências positivas que levo pra vida. Meu avô João Calcagnotto que era analfabeto e ao mesmo tempo uma das pessoas mais sábias que convivi. Valter Gomes Pinto que sempre teve um envolvimento comunitário e um trabalho filantrópico admiráveis. Seu Valter foi uma pessoa muito presente na minha vida, desde a época em que era professor e diretor da Escola São Vicente de Paulo, no Burgo. Era ele que nos socorria sempre que não havia merenda para nossa escola.

Quais são os seus nomes favoritos? Vitória. 

Do que é que menos gosta? De relações por interesse, de aproveitadores de ocasião, de quem não se compromete e de quem se aproveita do outro para se dar bem. 

Qual é a sua aversão de estimação? A deslealdade de determinadas pessoas. 

Qual é o seu maior arrependimento? Ter perdido o sono com coisas sem importância. 

Como gostaria de morrer? Em paz. 

Qual é o seu lema de vida? Agregar para poder realizar. 

Qual considera ser o seu maior infortúnio? A perda dos meus avós.

Como gostaria de ser? Como sou. Simples, sincero e com determinação para ir em frente. E, um pouco mais calmo. 

Qual é a sua asneira favorita? Falar comigo mesmo em voz alta. 

Onde gostaria mais de viver? Onde eu vivo: Caxias do Sul. Moro aqui há mais de 40 anos. Adotei Caxias de tal forma que posso até sair para passear ou trabalhar, mas é aqui que construí meu lar, onde mora a minha gente. Onde finquei raízes.

Qual é o bem mais valioso que tem? Minha história, minha trajetória de vida, minha consciência tranquila. 

Qual considera ser a maior profundidade da miséria? É ter condições de ajudar a melhorar a vida de alguém e não fazê-lo por não ter a capacidade de se importar com o outro. 

Qual é a sua ocupação favorita? Esportes em geral, mas gosto muito de jogar bocha.

Qual é a sua característica mais assinalável? Capacidade de agregar e dinamismo suficiente para realizar tudo, da melhor maneira possível. 

Se Deus existisse, o que gostaria que ele lhe dissesse? Ele existe e estou sempre em contato com ele. Mas entendo que sempre precisamos ouvir: nunca perder a fé, nunca perder a esperança. É sempre tempo de avançar e melhorar como pessoas.

.

Gilmar Marcílio que foi anfitrião do projeto do estilista Rico Bracco, na Galeria Municipal de Arte Gerd Bornheim, será o centro das atenções, dia 5, durante bate-papo sobre felicidade, no Fica Café Foto: Eriel Giotti / Divulgação

Sabores

As inquietas Bianca Dotti Sartori e Isis Guizzo Rosa, idealizadoras da Esperienze, um projeto que abarca ações que envolvem turismo, experiências e conexões, realizarão dia 5 de novembro, a partir das 19h, uma conversa sobre felicidade com direito até a um refrescante drink de boas-vindas. O encontro que ocupará o Fica Café, nos domínios da Rua Antônio Prado, terá no menu o verbo e o conhecimento do filósofo escritor Gilmar Marcílio que discorrerá sobre o tema. Após a troca de informações o grupo de adesão irá se deliciar também com gastronomia preparada pelo chef da casa.

Clique e confira outras edições da coluna social de João Pulita

Isabel Commazetto arma troca de figurinhas sobre comportamento social e etiqueta à mesa com as candidatas ao título de soberanas da Festa da Uva, amanhã, no Antiquário Art Rarus Foto: Melisa Boz / Divulgação
Pablo Motta, Andressa Onzi Rocha e Martina Rocha Motta, juntos para celebrar o batizado de MartinaFoto: Victoria Ruzzarin / Divulgação
A aniversariante da semana Bárbara Boff ganhou bajulação extra de seu partner, Luiz Fernando ComandulliFoto: Arquivo Pessoal / Divulgação
Leonardo Menegat e Silvia Gizéria no dia do enlace, que ocupou o altar da Igreja Matriz de Nova Pádua, para a posteridadeFoto: Mara Bebber / Divulgação
Márcia Costa e Michele Toazza, na apresentação da Coleção + Que Vestir Primavera/Verão 2021, na Drops de Menta Foto: Kiko Ferrer / Divulgação

Solidariedade

O time diretivo da Associação Criança Feliz liderado pela presidente da entidade, Liège Francisco, em parceria com um grupo de voluntários, convoca a comunidade para participar do Bazar Mercado Feliz 2020. O evento que ocorre hoje e amanhã, entre 9h e 17h, nos ambientes culturais da Sala de Teatro Professor Valentim Lazzarotto, do Centro de Cultura Dr. Henrique Ordovás Filho. Nos dois dias, estarão em exposição roupas novas e seminovas, calçados, acessórios e objetos de decoração que serão comercializados e, os valores arrecadados, revertidos em prol da instituição.

A pequena Silvia Traiber Camargo, logo após ser coroada com o título de Miss Universo Rio Grande do Sul 2020Foto: Thales Moura / Divulgação

Segunda Pele

Depois de ter sido monitora, no início deste mês, do curso de anatomia facial e uso de injetáveis, realizado pelo Dr André Braz, em Santa Catarina, a médica dermatologista caxiense, Grasiela Monteiro, volta à cena neste sábado, 24. Ela será uma das protagonistas do Congresso AMWC Brazil Experience, no qual ministrará uma aula online sobre preenchimento facial masculino, com aplicação da técnica AB Face e do produto inovador Harmonyca, uma novidade no Brasil. O evento iniciará às 12h e será transmitido na plataforma do congresso, para médicos que realizam procedimentos estéticos. 

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros