Sociedade por João Pulita - Colunas do João Pulita - Sete Dias: agenda cultural, shows, exposições e mais
 
 

SOCIAL22/09/2020 | 06h10Atualizada em 22/09/2020 | 08h45

Sociedade por João Pulita

Veja a coluna social desta terça-feira!

Sociedade por João Pulita Jonas Adriano / Divulgação/Divulgação
Jorge Gerdau Johannpeter, Martina Ritter, Marcelo Johannpeter Smith e Maria Elena Pereira Johannpeter, no almoço de noivado de Martina e Marcelo, sábado, em Garibaldi Foto: Jonas Adriano / Divulgação / Divulgação

Primaveril

O médico anestesiologista Gilberto Silveira Martins e a orientadora educacional Maria Alice Ritter abriram as portas de sua bela morada, em Garibaldi, para um almoço exclusivo em torno do noivado da filha deles, Martina Ritter, com Marcelo Johanpetter Smith. A ocasião foi restrita aos pais, irmãos e avós do jovem casal. Maria Alice prestigiou os serviços locais e convocou Michele Perin para orquestrar a gastronomia do encontro, que incluiu as presenças ilustres do empresário Jorge Gerdau Johannpeter, eleito, em 2009, uma das 100 personalidades mais influentes do Brasil e Maria Elena Pereira Johannpeter, fundadora da ONG Parceiros Voluntários. Martina vestia, na ocasião, um look em tons de off-white assinado pela estilista mineira Gloria Coelho. Agora, os planos de Martina e Marcelo são uma temporada de dois anos de estudos em Boston, onde o jovem empresário cursará MBA na Babson College. O casamento já está agendado para 2022.

Clique e confira outras edições da coluna social de João Pulita

Os noivos da estação, Marcelo Johannpeter Smith e Martina Ritter, ratificaram o amor com almoço de noivado e programam temporada internacional de estudos Foto: Jonas Adriano / Divulgação
As mães de Marcelo e Martina, Martha Johannpeter e Maria Alice Ritter, fizeram as honras ao redor do almoço de noivado dos filhos, em Garibaldi Foto: Jonas Adriano / Divulgação
Márcia Garbin, da Mole Bags, exibe o charme de suas criações na Boutique Ephémere, da produtora cultural Luciana Alberti Foto: Rafael Sartor / Divulgação
O médico e maratonista Lisandro Pavan celebrou, sábado, seus 48 anos realizando uma corrida de 48km, na Base 1, ao ar livre, que rendeu benefícios à Liga Feminina de Combate ao Câncer e ao Recanto da Compaixão Frei SalvadorFoto: Victoria Ruzzarin / Divulgação

Baixelas

O restaurateur Eliseo Marin associou seu talento com o chef de cozinha e um dos seus genros, Willian Silva, para apresentar o novo endereço do Buffet Aristocrata. O espaço gastronômico que ocupou, desde julho de 1975, os salões do Clube Juvenil, realizando o sonho de seu idealizador, migra para um dos locais mais históricos da cidade, o Palacete Eberle. A abertura oficial ocorre, hoje, combinando com a chegada da primavera. Para deixar os ambientes ainda mais alusivos, a designer floral Clarissa Fuchs, da Bothanica Etc, assina uma mostra de seu trabalho, que permanecerá em exibição até o dia 29, sempre das 11h às 14h30min. Eliseo Marin também conta com as atenções das filhas, Emeline Karol Marin e Karenina Elisa Marin.

.

Múltiplo e realizador!

Emir José Alves da SilvaFoto: Vanessa Fortes Tonietto / Divulgação

O administrador especialista em marketing, Emir José Alves da Silva, filho de Eduardo Alves da Silva e Josephina Hilda Formolo da Silva, é um profissional de muitas tarefas em diversos segmentos na comunidade. Foi professor dos cursos de graduação e pós-graduação e Pró-Reitor da Universidade de Caxias do Sul. Atuou como Secretário Municipal de Turismo, foi presidente da AANERGS até 2019, entre muitas ações que desenvolve paralelamente a empresa da família, a Colpark. Agora, o empresário caxiense preside o comitê plural da 24ª Surdolimpíadas de Verão, que ocorrerá entre os dias 5 e 21 de dezembro de 2021. Conheça mais deste homem a frente de seu tempo!

O que é o bom da vida? Ser feliz.

Qual sua lembrança mais viva da infância? Brincadeiras de rua, jogar futebol no campinho de terra, bolinha de gude e  andar de carrinho de lomba.

Qual a passagem mais importante da tua biografia e que título teria se fosse uma obra? Ser professor. O título seria A Sabedoria está em Poder Partilhar o que Aprendemos.

Se pudesse voltar à vida na pele de outra pessoa, quem seria? Eu mesmo.

Dizem que os ícones são de barro, concorda? Não, pois todos nos deixam legados.

Quem são os seus? Minha família, meus mestres e meus amigos.   

Qual foi o último presente que ganhou e qual gostaria de ganhar? Ganhei uma garrafa de vinho. Qualquer presente que seja ofertado de coração.

Quem foi, ou é, seu grande influenciador? Gosto de pessoas que conseguem ver o tempo na sua frente. Minha família, por tudo o que já passamos juntos.

A melhor invenção da humanidade? O avião.

Gostaria de ter sabido antes... o dia em que meus entes queridos partiriam.

Onde busca equilíbrio e harmonia? Procurando ter pessoas do bem por perto.

Como conheceu o universo dos esportes? Sempre fui um pouco atleta desde os tempos de colégio. Recebi uma oportunidade quando trabalhei na UCS e a partir daí, na gestão esportiva, o horizonte se abriu.

O que te move para agir pelo esporte em tantas iniciativas? A oportunidade de poder trabalhar com esta atividade que mexe com o sentimento mais importante dos homens: a paixão! O esporte vem do coração. 

Qual a importância de eventos esportivos para o turismo e a economia da cidade? Muito importante porque o turismo esportivo movimenta a economia, desde a chegada das delegações ocupando hotéis, restaurantes, lojas e todos os setores ligados ao trade turístico. Por exemplo, agora com a realização da 24ª edição da Surdolimpíada, em 2021, teremos mais de 4,5 mil atletas oriundos de todos os continentes e uma estimativa de dez mil turistas que acompanharão.

Como recebeu o convite para presidir o comitê plural da 24ª Surdolimpíadas de Verão e quais são suas expectativas para o evento? Durante mais de dez anos atuei na administração esportiva nos dois clubes de nossa cidade, o Esporte Clube Juventude e a S.E.R. Caxias e tive a oportunidade de ocupar o cargo de gerente administrativo do comitê local da FIFA, durante a realização do Campeonato Mundial de Futsal no Brasil, em 2008 e em seguida, fui convidado para ser diretor das seleções masculina, feminina e sub 20 da Confederação Brasileira de Futsal. O convite que recebi da fundação e da reitoria da Universidade de Caxias do Sul e de todo o comitê plural é uma honra muito grande a quem agradeço a confiança na certeza de que farei, juntamente com os demais membros da organização, um trabalho sério e profissional para atingirmos o planejado. 

Um evento que promove a inclusão como a 24ª Surdolimpíadas de Verão, traz consigo uma série de reflexões para a cidade que o recebe. Quais os principais impactos positivos espera para Caxias do Sul após sediar um momento como esse? Teremos a chance de mostrar  para o mundo a hospitalidade do Brasil e da Serra gaúcha. Evidenciar que temos todas as condições de sediar eventos desta grandiosidade. Poder dominar a língua de sinais internacional e libras é outra oportunidade. Nossa região será reconhecida como referência mundial na inclusão da comunidade ouvinte com a surda, tornando-se o principal destino turístico.

O que mais respeita no ser humano? A simplicidade, pois são nas pequenas coisas que encontramos o caminho da felicidade.

Com que mensagem encara o mundo? Com muito otimismo, pois tudo depende de nossas atitudes e se quisermos um mundo melhor devemos ser agentes do nosso destino.

O que tem feito para impactar o mundo e as pessoas de maneira positiva? Tenho abraçado as oportunidades que a vida oferece, pois a construção de uma sociedade mais justa passa pela participação de todos.

Tem algum hobby? O que gosta de fazer no tempo livre? Aprecio de estar com amigos por perto enquanto preparo um bom churrasco gaúcho, somente com sal grosso. Gosto de assistir a filmes e acompanhar competições esportivas. 

Como exercita a paciência nesse período de recesso social? Momento complicado em que todos devemos respirar fundo, mas, ao mesmo tempo, uma grande oportunidade para repensarmos se estamos no caminho da felicidade. Procuro não perder o contato com amigos e pessoas que gosto, mesmo de forma virtual.

Um projeto dos sonhos? Voltar a lecionar.

Livro de cabeceira: Bíblia.

Fontes de inspiração? Pessoas que vieram para fazer a diferença.

Um defeito: tentar contribuir com tudo.

Uma qualidade: cumprir com meus objetivos.

Frase máxima? Somos o que fazemos.

Reflexão de cabeceira: espiritualidade.

Uma palavra-chave: viver.

Lugar preferido no mundo? O Brasil.

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros