Sociedade por João Pulita - Colunas do João Pulita - Sete Dias: agenda cultural, shows, exposições e mais
 
 

SOCIAL15/05/2020 | 06h10Atualizada em 15/05/2020 | 06h10

Sociedade por João Pulita

Veja a coluna social desta sexta-feira!

Sociedade por João Pulita Juliano Vicenzi / Divulgação/Divulgação
Sabrina Comerlatto e Luís Carlos Pozzan, em ensaio pré-wedding com o fotógrafo Juliano Vicenzi, programam celebrar a união ainda em outubro deste ano Foto: Juliano Vicenzi / Divulgação / Divulgação

Apoio

A engenheira de produção Andressa Rovaris Zanette, seu marido, o designer de produto Alex Zanette e o sócio e irmão, Thomas Rovaris, da Metalúrgica Rovaris, estão colhendo frutos desde o lançamento das presilhas como acessório para ajustar e garantir segurança as máscaras de proteção, que auxiliam na prevenção ao coronavírus. A peça une os elásticos atrás da cabeça e gera mais conforto após o uso contínuo. Em ação solidária, na última segunda-feira, o fundador da empresa, Jorge Luis Rovaris, doou 250 peças aos profissionais do Hospital Geral. Nos próximos dias, a empresa destinará o material também ao projeto Engenharia Solidária, que reverte valores arrecadados em ração para os animais assistidos por ONGs.

Clique e confira outras edições da coluna social de João Pulita

Thaís Helena Baldasso protagonizará, amanhã, uma live sobre aspectos emocionais do confinamento com o filósofo Gilmar Marcílio Foto: Julio Soares / Divulgação

Diálogos

A jornalista Thaís Helena Baldasso, que há muito trocou a Serra gaúcha pela capital da Espanha, Madrid, volta a cena neste sábado, às 12h30min, ratificando seu talento como produtora de conteúdo para internet em live com o escritor e filósofo Gilmar Marcílio. Juntos, a jornalista e o colunista do Pioneiro discorrem sobre o tema “Emoções em tempos de confinamento”. Imperdível, a conversa poderá ser acessada no perfil do Instagram @thaishbaldasso

Os renomados advogados Mauricio e Marcus Gravina, filho e pai, comemoram, neste 2020, 25 anos de atuação profissional e apresentam o novo endereço, agora no Vint Offices Foto: Cristiane Rodrigues / Divulgação
Tatiane Rech foi recepcionada pela marchand Maria Inês Salvador na mostra que reúne três ícones das artes no Rio Grande do Sul Foto: Jucimar Milese / Divulgação

Biblioteca

A jovem Tainey Schmitt Damas, gestora da UniCesumar Caxias do Sul, volta a se debruçar em um novo projeto social. Depois de apoiar o Ação do Bem, vislumbra o período de recesso social como uma oportunidade para estimular o gosto pela leitura na comunidade. Com esse objetivo, ela doou 250 livros de filosofia, história, autoajuda, qualidade de vida, empreendedorismo, entre outros gêneros de escritores locais, nacionais e internacionais, para a secretária da cultura, Luciane Perez. A iniciativa é do vereador Felipe Gremelmaier, que buscou inspirações na capital uruguaia, Montevidéu, para incluir livros nas cestas básicas de alimentos, que serão distribuídas, neste mês, para as mais de quatro mil famílias cadastradas na Fundação de Assistência Social (FAS).

.

A importância do olhar

Ana Paula FedrizziFoto: Paulo Pezzi / Divulgação

Ana Paula Fedrizzi, consultora de beleza, especialista pioneira em design de sobrancelhas e maquiagem estética, graduada em Artes Plásticas, aperfeiçoou seus conhecimentos por meio de estudos teórico e prático com profissionais conceituados, no Brasil e no exterior, tendo desenvolvido  suas próprias técnicas durante as quatro décadas em que vem ajudando mulheres a descobrirem sua beleza. Sempre viveu em Caxias do Sul, onde nasceu, cresceu e criou o seu filho Igor Fedrizzi. Ana ama viajar e concilia seu delicado trabalho com lazer. Quem a conhece de perto sabe o quanto gosta de fazer novos amigos e dançar e mantém um plantel com amigas de longa data.  Nesta sexta-feira, às 18h30min, nossa entrevistada, aniversariante do dia, protagoniza com Stela Cignachi uma live sobre o tema título desta conversa. Conheça um pouco mais sobre as belezas de Ana Paula, que aos 18 anos foi Miss Caxias do Sul!

Qual sua lembrança mais remota da infância e que sabor te remete? Minhas lembranças mais marcantes são passar os fins-de-semana com a família na colônia, com churrasco, vindimando, brincando com os primos. O sabor da uva no parreiral e o cheiro do vinho nas pipas. Os antigos Natais também são inesquecíveis. O que gostaria que todos soubessem: que amo meus pais, Walter e Lourdes Marchioro, de quem eu cuido com carinho, pois minhas duas irmãs residem fora de Caxias do Sul, uma em Brasília e outra em Fortaleza; que tenho a sorte de trabalhar com o que gosto, aumentando a autoestima das mulheres. Nasci para isso! Ah! E tenho uma profunda confiança em Deus, que guia minha vida em todos os momentos.

Imagem é tudo? Imagem não é tudo, mas beleza é. A imagem é artificial, construída, já a beleza está dentro da pessoa e das coisas, precisa ser descoberta, revelada.

Se pudesse voltar à vida na pele de outra pessoa, quem seria? Gostaria de voltar como uma mistura de minhas duas avós, já falecidas, a materna, Irma Vial, uma mulher corajosa,  trabalhadora, que me estimulou  a ser independente, e a avó paterna, Adelina Marchioro, meiga, sorridente e vaidosa. 

Traço marcante de sua personalidade? Sou otimista e acredito que tudo vai melhorar, mais cedo ou mais tarde.

A melhor invenção da humanidade? A maquiagem! (risos) Na verdade, eu penso que são os antibióticos e vacinas, que salvam muitas vidas.

Qual a palavra mais bonita da língua portuguesa? E da língua inglesa? Gosto de todas as que exprimem sentimentos, como esperança. Mas são tantas que fica difícil escolher. Em Inglês, elejo love. Gosto não só do significado, mas como ela enrola na língua.

Qual a passagem mais importante da tua biografia e que título teria se fosse publicada? Tive várias, como o título de Miss Caxias aos 18 anos, o início de minha consultoria de beleza, meus casamentos - que foram eternos enquanto duraram -, e várias viagens interessantes, porém nada se compara ao nascimento do meu filho maravilhoso, Igor. Título: “My Way”.

Como encara a exposição nas redes sociais? As redes sociais informam, põem as pessoas em contato, divulgam teu trabalho e te fazem rir. Seu lado ruim é a superexposição da intimidade das pessoas e o que tem de falso, por exemplo, fazer os outros acreditarem que a vida é fácil, que todos são lindos e felizes, quando o que deveria se sobressair é a busca da felicidade.

Reflexão de cabeceira? O mau humor enfeia. Um sorriso, o bom humor, a alegria, a gentileza tornam a pessoa bonita, mesmo que esteja fora dos padrões de beleza impostos pela mídia. Me esforço para ser assim e busco transmitir essa mensagem a todos.

Se tivesse vindo ao mundo com uma legenda ou bula, o que conteria nela? “Sem contraindicações”.

Um hábito que não abre mão? Trabalhar. Já deixou de ser uma profissão para ser um hábito prazeroso. Diminuí minha carga horária, mas não consigo viver sem o contato com pessoas muito especiais que são minhas clientes. O astral sobe imediatamente quando entro em meu ambiente de trabalho.

Um conselho para quem está começando e quer seguir na área da beleza: tente olhar através do rosto a ser maquiado, para captar o interior e fazer a maquiagem refletir a personalidade da pessoa, fugindo dos chavões tendência, make dia/noite, casamento, formatura, produção de moda. Ah! E evite o uso de recursos para edição de imagens nas redes sociais. Corrija na pessoa e não na imagem a ser postada. 

Por que escolheu trabalhar com o universo da beleza? Não escolhi, fui escolhida. Sou uma autodidata, pois aos 13 anos já trabalhava com meu pequeno salão no porão da casa de meus pais, em Galópolis. 

Qual foi o momento que mais impulsionou a sua carreira? Eu gerenciava o setor de perfumaria da Lojas Fedrizzi. Como sou observadora, via mulheres que compravam muita maquiagem, mas sua beleza se escondia embaixo de “taturanas” medonhas sobre os olhos. Sabia que poderia criar alguma coisa para melhorar isso, pois tinha experiência e alguns cursos na área. Comecei a aprofundar meus conhecimentos específicos no design de sobrancelhas e maquiagem, no Brasil e lá fora. Isso me levou a deixar a zona de conforto e prosseguir em um novo caminho.

O que faz para se manter atualizada na sua profissão? Leio, converso com dermatologistas, continuo buscando cursos nos grandes centros, de onde se difundem as novas ideias e novos produtos.

Uma tendência de maquiagem que os profissionais não podem deixar de saber? O uso racional de produtos de boa qualidade e ecologicamente corretos. São mais caros, mas valem a pena.

O que a maquiagem significa? Minha área é um meio de encontrar o equilíbrio entre a autoimagem e o que ela expõe aos outros. Em entrevista com várias mulheres, a maioria mencionou que a maquiagem significava  o fortalecimento da autoestima, o autoconhecimento, a construção de uma ideia de beleza e até mesmo um processo de cura! Concordo com todas.

Acredita que a situação no mundo atual vai ajudar a ressignificar o mercado da beleza? A pandemia, além de todas as consequências econômicas, sociais e na saúde, causa mudanças na moda e na maquiagem. Eu sempre dei muita importância aos olhos, os espelhos da alma. Quando nos comunicamos, o foco são os olhos, não importa a idade, se usa óculos, etc. Sempre usei  a maquiagem para valorizar o olhar e dar-lhes a moldura ideal. Sobrancelhas bem delineadas e na proporção certa. Agora, com o uso obrigatório de máscaras protetoras sobre a boca e o nariz, o batom e o blush ficaram de lado e tornou-se mais importante uma maquiagem harmoniosa para os olhos, com produtos de boa fixação e que não necessitem de retoques constantes.

Quais os seus projetos para o futuro? Quero continuar trabalhando até que Deus e minha saúde me permitam, vou cumprir minha missão de cuidar de minha família com dedicação e desejo continuar convivendo com os amigos, viajar, dançar e amar muito, sem data marcada, quando o mundo voltar ao seu eixo, depois que tudo isso que estamos vivendo passar.

Não vivo sem: dançar.

Uma palavra chave: paixão.

Gostaria de ter sabido antes... que o tempo é o bem mais valioso que temos, para não desperdiçá-lo. Precisou surgir um vírus microscópico para  nos alertar de que devemos viver cada minuto como se fosse o último e espalhar amor por onde passarmos.



 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros