Você pode salvar um livro - Pioneiro

Versão mobile

Patrimônio cultural10/09/2012 | 07h32

Você pode salvar um livro

MusCap lança campanha para restauração de obras raras

Você pode salvar um livro Roni Rigon/
Obras em latim estão entre as que precisam de restauro Foto: Roni Rigon
Maristela Scheuer Deves

maristela.deves@pioneiro.com

Por trás das lombadas roídas, capas desgastadas pelo tempo e páginas se despedaçando de cerca de 300 livros do acervo de obras raras da biblioteca do Museu dos Capuchinhos (MusCap), em Caxias do Sul, esconde-se uma riqueza cultural difícil de mensurar. O que pode ser medido, entretanto, é o valor necessário para garantir a preservação de cada uma dessas obras: de R$ 80 a R$ 4 mil, dependendo do estado do livro.

Para obter os recursos necessários à restauração, o MusCap lança, no dia 12, a campanha Salve um Livro, que tem como slogan "Eles vão morrer se você não ajudar". A ideia é que os participantes — pessoas físicas, entidades, empresas — se ofereçam para "adotar" uma das obras, pagando integral ou parcialmente o trabalho de recuperação do livro.

Os livros a serem restaurados (59 nesta primeira etapa) podem ser conferidos em um catálogo disponível no endereço eletrônico www.muscap.org.br/salveumlivro. Lá estão foto, título, idioma, ano e país da edição e custo estimado do restauro. Há obras a partir do Século 15, em idiomas como latim, francês e italiano, alguns com páginas manuscritas em hebraico.

No lançamento do projeto, na quarta-feira, às 17h, no MusCap, o diretor do museu, frei Celso Bordignon, apresentará todas as etapas do processo de restauração de um livro. Quem contribuir na campanha receberá um diploma e terá seu nome gravado em um selo colocado no livro, além de ganhar uma camiseta com a frase "Eu salvei um livro".
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros