Comunidade indígena de Bento é visitada para cadastramento na Lei Aldir Blanc - Colunas da 3por4 - Sete Dias: agenda cultural, shows, exposições e mais
 
 

3por417/08/2020 | 16h04Atualizada em 17/08/2020 | 16h04

Comunidade indígena de Bento é visitada para cadastramento na Lei Aldir Blanc

Representantes da Secretaria da Cultura e do Conselho Municipal de Política realizaram trabalho

Comunidade indígena de Bento é visitada para cadastramento na Lei Aldir Blanc Divulgação/Divulgação
Moradores da comunidade Sórmág se cadastraram para receber auxílio Foto: Divulgação / Divulgação

Eis aí o registro de um encontro bem importante realizado no último fim de semana, em Bento Gonçalves. Representantes da Secretaria da Cultura e do Conselho Municipal de Política Cultural da cidade estiveram na comunidade indígena Sórmág para realizar o que tem sido chamada de busca ativa por agente culturais. O intuito da visita foi realizar um cadastramentos de pessoas ligadas à cultura que se enquadram nos benefícios previstos pela Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc. Na comunidade, vivem profissionais que trabalham com artesanato e com a preservação da memória e da identidade cultural indígenas.

Leia mais
Falta de regulamentação da Lei Aldir Blanc gera insegurança a artistas de Caxias
Conferência Estadual da Cultura discute possibilidades da Lei Aldir Blanc
Fórum sobre Lei Aldir Blanc pretende identificar profissionais ligados à cultura em Caxias
Prefeitura inicia cadastramento de espaços culturais para auxílio emergencial da Lei Aldir Blanc

Esse contato presencial (claro que levando em conta todos os cuidados previstos para manter a segurança em meio à pandemia) se faz necessário e urgente. Afinal, os processos online previstos pela lei nem sempre são acessados de uma forma democrática por todos, principalmente quando se trata de comunidades mais isoladas. Esses agentes culturais precisam ser “vistos” pelas políticas culturais, agora e sempre.

– A busca ativa é realmente a gente poder identificar e reunir esforços para encontrar agentes culturais que são a cultura em si, caso das comunidades indígenas, quilombolas, etc. Muitas vezes, esses povos não tem a estrutura para acessar os cadastros e ter acesso a esta oportunidade que está colocada por conta da lei Aldir Blanc – argumenta o secretário da Cultura de Bento, Evandro Soares, que participou do encontro.

Lei Aldir Blanc: cadastro de agentes culturais indígenas em Bento<!-- NICAID(14569823) -->
Foto: Divulgação / Divulgação

Leia também
Sandra Cecília Peradelles: mães também precisam de colo
Especialização em Literatura Infantil e Juvenil está com inscrições abertas
Literatura nos tempos de crise é tema do Órbita Literária desta segunda
Estúdio de danças de Flores da Cunha realiza vaquinha virtual para financiar espetáculo em vídeo
Iniciativa Curadorias Experimentais facilita o acesso à arte
VÍDEO: conheça o projeto musical The Magical Blanket
Exposição fotográfica "Visualidades Fragmentadas" mostra os museus de Caxias do Sul sob ângulos criativos

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros