Bloco da Velha terá palco de dois andares  - Colunas da 3por4 - Sete Dias: agenda cultural, shows, exposições e mais
 
 

3por403/02/2020 | 15h54Atualizada em 03/02/2020 | 16h55

Bloco da Velha terá palco de dois andares 

Expectativa de público é de 50 mil pessoas

Bloco da Velha terá palco de dois andares  Rafael Sartor/Divulgação
Expectativa de público é de 50 mil pessoas Foto: Rafael Sartor / Divulgação

A expectativa do Bloco da Velha é reunir pelo menos 50 mil foliões no próximo dia 23. O número é igual ao contabilizado no carnaval do ano passado (foto acima), mas a celebração promete ser um pouco mais grandiosa, até porque em 2020 completam-se 10 anos da iniciativa que renovou a era dos blocos de rua em Caxias. 

Leia mais
Bloco da Velha comemora 10 edições em 2020
Melissa lança campanha para transformar modelos sem uso em adereços para curtir o Carnaval
Carnaval de 1938: a Taba do Índio Arão no Recreio da Juventude
Três blocos de Caxias do Sul definem locais de realização do Carnaval 2020

– “Vocês são loucos, caxiense não gosta de carnaval, caxiense não sabe sambar”... ouvimos muito isso nos primeiros anos do bloco – lembrou Guilherme Martinato, um dos organizadores da festa que se tornou um símbolo do carnaval caxiense.

Em coletiva de imprensa realizada nesta segunda (3), foram adiantadas algumas novidades que o público vai aproveitar na Rua Dom José Barea, endereço que abrigará a festa pelo terceiro ano. Uma das principais mudanças diz respeito ao palco, que desta vez terá dois andares, a presença de um telão e a ampliação do alcance do som para ninguém perder nada, mesmo de longe. Ele também muda de lugar, vai ficar instalado na Dom José Barea, quase na esquina com a Rua Pedro Tomasi – por isso não haverá entrada por esse cruzamento. Assim, ao invés dos três acessos ao bloco, neste ano serão apenas dois, um pela 13 de Maio (que pela primeira vez estará fechada para a folia) e outro pela Tronca, na esquina com Vereador Mario Pezzi. Há ainda ampliação do espaço kids, sempre muito requisitado, e reforço nas equipes de segurança, com presença de pessoal contratado particularmente, além de efetivos da Brigada Militar e Guarda Municipal. 

A programação específica de aniversário deve contar com diversas homenagens a pessoas que se envolveram do nascimento ao crescimento do bloco. Celebrando essa história, a festa deverá lembrar do surgimento de outros blocos, como o Bloco da Ovelha, o Bloco do Luizinho, o Bloco do Zanuzi, o Maracaxias e o Bloco Afro Navio Negreiro, além da importante e histórica ocupação de locais públicos como o entorno da Maesa (onde se encontra atualmente), o Centro de Cultura Ordovás, o Largo da Estação e a Praça da Bandeira. 

O Bloco da Velha conta com suporte tanto da Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Caxias (apoio cultural da Racon Consórcios) como do Pró-Cultura-RS - Financiamento do Governo do Estado do Rio Grande do Sul, o que permite o grande porte da programação – que é gratuita, vale lembrar.

:: Aquecendo os foliões

Várias programações paralelas estão sendo pensadas para aquecer os foliões do Bloco da Velha antes do dia 23. Uma dessas atividades vai rolar nesta quarta-feira, às 20h, na Biblioteca Parque da Estação. Será um sarau de carnaval com bate-papo sobre O Barão da Ralé. O encontro tem entrada franca e participação de Dan Ferretti, Germano Weirich e convidados. 

Depois do bloco também vai rolar festa estendida. No dia 25, às 17h, o Boss Pub Chopperia recebe a Banda Bloco da Velha e o DJ Mono, atrações tradicionais da folia. Já no dia 1º de março, às 15h, a Banda Bloco da Velha chega ao Pale Beer House. 

Leia também:
Curso gratuito em Canela ensina a elaborar projetos e captar recursos na área cultural
Grupo A Gangorra recruta artistas para apresentação na Praça Dante Alighieri, em Caxias
Jantar sob as Estrelas movimenta Bento Gonçalves nesta sexta-feira
Duca Leindecker faz dois shows em Caxias do Sul em abril

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros