Previsão de orçamento mais gordo para 2020 não garantirá Financiarte mais generoso - Colunas da 3por4 - Sete Dias: agenda cultural, shows, exposições e mais
 
 

3por406/08/2019 | 16h13Atualizada em 06/08/2019 | 16h13

Previsão de orçamento mais gordo para 2020 não garantirá Financiarte mais generoso

Em ano eleitoral, Secretaria da Cultura de Caxias pode receber verba próximo dos R$ 18 milhões

Previsão de orçamento mais gordo para 2020 não garantirá Financiarte mais generoso Diogo Sallaberry/Agencia RBS
Comunidade cultural condenou cortes recentes no Financiarte Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS

Se nos últimos anos a Secretaria da Cultura de Caxias só fez enxugar e encolher no que diz respeito ao Financiarte, a previsão é de que isso não mude em 2020, mesmo com a prefeitura prevendo para o ano que vem um orçamento de R$ 18,8 milhões para a secretaria – número repassado ao jornalista Marcelo Mugnol e que ainda deve ser submetido à aprovação da Câmara de Vereadores junto à Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) do município. Haverá pelo menos R$ 6 milhões de incremento com relação ao orçamento aprovado para 2019.  

Leia mais:
Propostas para o Financiarte deverão ser entregues no dia 4 de setembro
Edital 2019 do Financiarte é revogado 

O secretário da Cultura, Joelmir da Silva Neto, esclareceu à coluna (por e-mail) que as prioridades devem ser outras, ainda que contando com um orçamento possivelmente bem mais gordo em ano de eleitoral. O Financiarte, de acordo com ele, manterá a média dos últimos editais.

– As prioridades da secretaria são a manutenção das casas e ações, teatro, Ordovás, Casa da Cultura, Biblioteca Pública e Parque, Arquivo Histórico, museus, além do novo espaço Estação Cidadania - Cultura (antigo CEU), cinema, galerias de arte, eventos, oficinas, atividades e ações descentralizadas. Além dos grupos artísticos, orquestra, coro e Cia. de Dança. Também estamos trabalhando para modernizar alguns espaços como o Teatro Pedro Parenti – esclareceu.

Joelmir ponderou ainda que o orçamento da cultura para 2020 pode chegar próximo aos R$ 22 milhões.

– Deve ser acrescido, para questões de informação, o percentual destinado a Lei de Incentivo à Cultura – disse. 

Leia também:
Exposição revela olhar sobre a violência sofrida por mulheres
Bailarino porto-alegrense participa de três ações da Mostra Sesc Dança Urbana, em Caxias  
Mostra em Caxias exibe trabalhos que participaram da Bienal 2019
"Turning Point" abre nesta terça-feira, dia 6, no Campus 8

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros