Morador de Caxias participa de filme que aborda a autonomia de pessoas com Síndrome de Down - Colunas da 3por4 - Sete Dias: agenda cultural, shows, exposições e mais
 
 

3por410/07/2019 | 09h58Atualizada em 10/07/2019 | 09h58

Morador de Caxias participa de filme que aborda a autonomia de pessoas com Síndrome de Down

Estreia será no dia 18 de julho, em Gramado

Morador de Caxias participa de filme que aborda a autonomia de pessoas com Síndrome de Down TV Globo/Reprodução
Matheus Rocha, na foto, é um dos personagens do documentário dirigido por Alex Duarte Foto: TV Globo / Reprodução

O protagonismo do morador de Caxias Matheus Rocha, 27 anos, já é bem conhecido na Serra. A Síndrome de Down jamais foi obstáculo para ele se tornar campeão do mundo de taekwondo, conquistar emprego num hotel, e ainda se arriscar como chef de cozinha ou dançarino. Se depender do educador social e produtor audiovisual Alex Duarte, a história de Matheus será cada vez mais difundida. O diretor já realizou dois trabalhos com a participação do jovem – a websérie Geração 21 e o longa ficcional Cromossomo 21 – e, no próximo dia 18, mostrará mais uma obra dedicada a refletir sobre o universo down. Mais uma vez com a participação de Matheus, representante de Caxias no elenco do documentário Expedição 21. 

Leia mais:
Alunos com síndrome de Down têm aulas recheadas de culinária, amor e carinho em Caxias
A história de Matheus Rocha, campeão do Mundo de taekwondo, que não se limitou pela Síndrome de Down
Caxiense com síndrome de down se destaca no taekwondo (e na cozinha)

– O Matheus faz parte dos projetos do Alex há nove anos. Ele escreveu um livro e saiu pelo Brasil procurando adultos com Síndrome de Down que se destacavam em alguma área. E como o Matheus é campeão de taekwondo, compete há bastante e tempo e tem conseguido títulos bem importantes, foi dessa forma que o Alex o encontrou e pediu para ele participar do projeto – conta Tania Mara da Rocha, mãe de Matheus. 

Expedição 21 conta com a participação de 18 adultos. O diretor reuniu o grupo numa casa da praia de Jurerê, em Santa Catarina, em setembro do ano passado. A ideia era falar sobre autonomia, incentivando os participantes a realizarem atividades de quem mora sozinho. Muitos se desafiaram a protagonizar ações sozinhos pela primeira vez, como lavar louça, cozinhar, limpar a casa, etc. 

A sessão de estreia do filme será às 16h do dia 18 de julho, no Palácio dos Festivais de Gramado

:: Experiências

Matheus Rocha está acostumado a novos desafios, mas conta que a experiência em Expedição 21 foi totalmente nova: 

– Lá a gente ficou sozinho mesmo para resolver tudo, para tomar decisões. E ainda tinha que conviver com quem eu nem conhecia e respeitar a opinião. 

A iniciativa foi, inclusive, pauta do programa Fantástico, da TV Globo, no ano passado (foto). Para Matheus, além de muito aprendizado, a gravação do documentário também trouxe o amor. Foi lá que ele conheceu a paulista Thatiana Piancasteli, hoje sua namorada. 

Os resultados registrados no documentário Expedição 21 serão transformados em uma pesquisa de cunho científico organizada pelo neurocientista Fernando Pinto Gomes e um grupo de pesquisadores de São Paulo. Você pode acompanhar mais informações pelo www.cromossomo21.com.br

Leia também:
Agenda: nova edição do projeto Colóquio no Arquivo ocorre nesta quarta
Na Cozinha: risoto de abóbora é uma boa pedida para os dias frios
Com dois curtas serranos, Festival de Cinema de Gramado anuncia filmes indicados para 47ª edição
Tributo a Belchior é cancelado em Caxias por baixa procura de ingressos

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros