Caneta na mão e pé na estrada: jornalistas da Serra vão rodar a América do Sul de carro - Colunas da 3por4 - Sete Dias: agenda cultural, shows, exposições e mais
 
 

3por414/02/2019 | 12h08Atualizada em 14/02/2019 | 16h39

Caneta na mão e pé na estrada: jornalistas da Serra vão rodar a América do Sul de carro

Expedição vai partir na próxima segunda-feira

Caneta na mão e pé na estrada: jornalistas da Serra vão rodar a América do Sul de carro Pedro Eduardo Strada/Divulgação
Dupla de Bento viajará a bordo de um Sandero Foto: Pedro Eduardo Strada / Divulgação

Apaixonados por viagens e por boas histórias, os jornalistas bento-gonçalvenses Carina Furlanetto e João Paulo Mileski, ambos de 31 anos, iniciam na próxima segunda-feira (18) um novo capítulo guiados por essas duas inspirações. Eles vão começar uma expedição pela América do Sul que deve passar por pelo menos 10 países. A aventura foi batizada de Crônicas na Bagagem, já que a dupla pretende registrar em texto todas as experiências vividas durante o período. 

O material será compartilhado diariamente no Facebook (fb.com/cronicasnabagagem), Instagram (@cronicasnabagagem) e por meio do site www.cronicasnabagagem.com. Se tudo der certo, o projeto também deve se transformar em livro na volta da viagem, programada para durar cerca de dois anos.

Nesta segunda, o casal partirá de Bento rumo ao primeiro destino: Ushuaia, um dos pólos turísticos da Argentina. Depois, Carina e João Paulo subirão até o Norte da América do Sul, para na sequência ingressar no Brasil com outro desafio, o de passar por todas as 27 unidades federativas do país. É claro que o principal questionamento de todo mundo com relação à viagem da dupla de Bento é sobre os gastos. Pensando em concretizar o sonho, os dois alugaram o apartamento em que viviam e venderam itens como livros, louças, roupas, objetos de decoração e etc. Além disso, eles também confeccionaram camisetas para arrecadar recursos para a viagem.

O carango

Carina Furlanetto e João Paulo Mileski pesquisaram bastante sobre o carro mais indicado para usar na viagem. Entretanto, resolveram enfrentar a estrada a bordo de um Renault Sandero 2014, escolha um tanto peculiar para quem ficará cerca de dois anos praticamente morando no veículo. Os gastos com manutenção e combustível acabaram influenciando na decisão de utilizar o carro popular na expedição.  

— Temos consciência de que talvez não seja o que se convenciona como ideal para uma viagem dessa proporção, não são poucos os que nos chamam de malucos. Mas já há algum tempo estamos acompanhando viajantes que estão explorando o mundo de bicicleta, fusca e até Fiat 147. Acreditamos que, para aquilo a que nos propomos, o meio de transporte é secundário, o que estamos querendo passa muito mais por aceitar sair de uma zona de conforto e se permitir viver o que há de bom e ruim fora das nossas bolhas. Sabemos que os perrengues serão muitos, mas temos certeza de que isso tudo nos fará crescer como pessoas — justifica Mileski.

Leia também:
Agenda: Grupo Ueba apresenta espetáculo "O Incrível Caso do Sumiço das Letras", no sábado
Mundo dos Blocos é opção para a gurizada em Caxias
Reta final de "Malhação" deve ser filmada em Bento Gonçalves
Músico de Caxias grava clipe com participação da tia avó, de 88 anos

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros