Comunidade cultural caxiense se une contra decisão de apagar frase em obra interativa - Colunas da 3por4 - Sete Dias: agenda cultural, shows, exposições e mais
 
 

3por411/01/2019 | 14h19Atualizada em 11/01/2019 | 16h30

Comunidade cultural caxiense se une contra decisão de apagar frase em obra interativa

Selo compartilhado nas redes sociais acusa ato de censura

Comunidade cultural caxiense se une contra decisão de apagar frase em obra interativa Arte de PRCHZKOVÁ/Reprodução
Foto: Arte de PRCHZKOVÁ / Reprodução

A decisão da Secretaria da Cultura de Caxias em apagar uma frase criticando o prefeito Daniel Guerra (PRB), pintada em obra interativa exposta na Galeria Municipal de Arte Gerd Bornheim, causou revolta entre integrantes da classe cultural da cidade. Durante a manhã desta sexta (11), um selo fazendo referência à frase pintada por um anônimo na obra Desterro, da artista Nil Kramer, se espalhou rapidamente nas redes sociais. A imagem (acima) foi criada por PRCHZKOVÁ e contém a inscrição "Guerra, nos deixe em paz. Censura Jamais". A imagem compartilhada contém ainda a seguinte explicação: "Repúdio aos ataques de censura da prefeitura e Secretaria da Cultura à classe artística e cultural local".

Leia mais:
Frase que faz crítica a Daniel Guerra é apagada e reescrita em obra de arte interativa em Caxias

A exposição coletiva Criações Poéticas, que contém a obra em questão, está aberta à visitação até o dia 27 de janeiro. 

Leia também:
Juliana Paes firma sua nona parceria com a farroupilhense Anselmi
Aposentada cria vestidos de boneca inspirados nos trajes das Soberanas da Festa da Uva
Espetáculo teatral caxiense será tema de reportagem da GloboNews




A decisão de apagar uma frase pintada em obra interativa exposta na Galeria Municipal de Arte Gerd Bornheim causou polêmica entre a classe cultural caxiense. Durante a manhã desta sexta (11), um selo fazendo referência à frase pintada por um anônimo na obra Desterro, da artista Nil Kramer, se espalhou rapidamente nas redes sociais. A imagem foi criada por PRCHZKOVÁ e contém a inscrição "Guerra, nos deixem em paz. Censura Jamais". A imagem compartiplhada contém ainda a frase "Repúdio aos ataques de censura da prefeitura e Secretaria de Cultura à classe artística e cultural local".

A exposição coletiva Criações Poéticas, que contém a obra em questão, está aberta à visitação até o dia 27 de janeiro. 



 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros